Assunto 'Mundial de Clubes' começa a esquentar no Corinthians

Assunto 'Mundial de Clubes' começa a esquentar no Corinthians

Hora de trabalhar pensando no Mundial está chegando

Hora de trabalhar pensando no Mundial está chegando

Foto: Reginaldo Castro / Agência O Dia

Está chegando a hora de o Corinthians deixar o Brasileiro para segundo plano e começar a trabalhar firme para o Mundial de Clubes, em dezembro, no Japão. A meta dos 45 pontos para evitar riscos de rebaixamento está próxima, uma vez que o Timão soma 43 pontos, o que deixa o técnico Tite tranquilo para pensar na grande ambição do clube para este ano.

A partir da semana que vem o treinador começa a receber informações sobre os adversários que terá pela frente no Mundial.

'Não vi nada ainda, mas, na semana que vem, vou acompanhar todos os clubes', argumenta Tite. Desde o término da Libertadores, o trabalho de observação dos rivais do Mundial passou a ser exercido pelos auxiliares diretos do técnico: Cleber Xavier, Geraldo Delamore e Fábio Carille, além do olheiro Mauro Silva e do gerente de futebol, Edu Gaspar.

O Corinthians tem três possibilidades de cruzamento na estreia do Mundial: o Auckland City (neozelandês que representa a Oceania), o campeão japonês (que ainda não foi conhecido) e o representante africano (também indefinido).

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Marquinhos abre o coração, comemora volta à Arena e dá palpite sobre Majestoso

    Marquinhos abre o coração, comemora volta à Arena e dá palpite sobre Majestoso

    ver detalhes
  • Pedrinho aproveitou oportunidade e foi bastante elogiado por atuação contra o Red Bull

    Xodó da Fiel, Pedrinho já é quem mais driblou do Corinthians no Paulistão

    ver detalhes
  • Camisa do Corinthians pode ultrapassar valor de R$ 100 milhões em 2017

    Camisa do Corinthians valerá R$ 100 milhões em 2017, promete diretor de marketing

    ver detalhes
  • Foxlux é nova patrocinadora do Corinthians

    Corinthians anuncia terceiro patrocinador para 2017; veja mudança na camiseta

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes