Longe de polêmicas, Viola marca golaço e Timão bate Vasco no Rio-SP

Longe de polêmicas, Viola marca golaço e Timão bate Vasco no Rio-SP

1.7 mil visualizações 2 comentários Comunicar erro

Pouco mais de uma semana após envolver-se em uma polêmica, quando passou cinco dias na prisão, o goleador Viola voltou a ser o centro das atenções, nesta quinta-feira. Desta vez, porém, o irreverente goleador virou notícia ao comandar o Corinthians na vitória por 11 a 8 sobre o Vasco, em Casimiro de Abreu (RJ), pela primeira rodada do grupo B do Torneio Rio-São Paulo de showbol. Um dos destaques da partida, o camisa 9 corintiano ainda marcou um gol de placa, ao acertar uma bela bicicleta no segundo tempo.

Apesar da vitória, o Corinthians termina a primeira rodada do grupo B atrás do líder Botafogo, que goleou o Palmeiras por 16 a 7, no primeiro jogo da noite. No sábado, jogam Palmeiras x Corinthians e Vasco x Botafogo.

O Corinthians começou melhor e logo abriu 2 a 0, gols de Gilmar Fubá e Paulo Sérgio. O primeiro gol vascaíno só foi marcado aos sete minutos, com Pedrinho. Muito fechado, o Timão acabou chamando o Vasco para o seu campo até que Zada empatou a partida, aproveitando o rebote de um pênalti cobrado por Pedrinho.

O Corinthians voltaria a passar à frente aos 12, com um gol de Edson Pelé. Dois minutos depois, Fábio Augusto ampliou, em jogada individual pela esquerda: 4 a 2. A desvantagem deixou o Vasco atônito em campo e, aos 18, Fábio Augusto fez mais um para o Timão.

A cinco minutos do fim, Viola finalmente deixou o seu, aproveitando bobeada do zagueiro vascaíno Leonardo. O Vasco só voltou a marcar aos 24, com Siston, de cabeça, decretando números finais à etapa: 6 a 3 para os paulistas.

O time da Colina voltou para o segundo tempo disposto a reverter o resultado. Aos 15 segundos, Pedrinho fez o quarto, aproveitando rebote de chute de Zada. Aos três, Pedrinho retribuiu dando passe para Zada marcar o quinto, de peito. Apesar da pressão vascaína, o Corinthians anotou mais um aos sete, com Paulo Sérgio: 7 a 5.

A situação do Vasco se complicou ainda mais aos 10, quando Alex Pinho cometeu pênalti, tocando a bola pela lateral. Na cobrança, Edson Pelé não perdoou, colocando o Timão com três gols de vantagem. O Cruz-Maltino só foi acordar aos 15, com um gol de Zada, mas, na sequência, Viola marcou um golaço de bicicleta, o mais bonito da noite. Em respeito à torcida vascaína, o camisa 9 corintiano não comemorou a jogada.

O jogo seguiu lá e cá. Cocito fez o 10º do Corinthians, enquanto Pimentel marcou o sétimo do Vasco. Pedrinho, aos 20, deixou o time da Colina a dois gols do empate, mas Pereira jogou um balde de água fria, ao marcar 11 a 8, em cobrança de tiro livre direto, a 54 segundos do fim.

Vasco: Azul, Alex Pinho, Pimentel, Fabrício Carvalho, Pedrinho e Zada. Entraram: Léo Guerra, Cazuza, Leonardo e Siston. Técnico: Paulinho Pereira.
Corinthians: Dagoberto, Pereira, César, Gilmar Fubá, Paulo Sérgio e Viola. Entraram: Fábio Augusto, Cocito, Edson Pelé e Gino. Técnico: Wagninho.

Fonte: Sportv

Veja Mais:

  • Corinthians de Fagner não conseguiu estufar as redes do Barradão nesta quarta

    Corinthians aposta na defesa, sai ileso do Barradão e segue vivo na Copa do Brasil

    ver detalhes
  • Arena Corinthians recebeu jogo entre Timão e São Francisco; 4 mil torcedores compareceram

    Hidromassagem e torcida do caral**: adversária do Corinthians se impressiona na Arena

    ver detalhes
  • Ralf deixou campo aos prantos no Barradão

    Ralf sofre luxação no Corinthians, e cirurgia não está descartada

    ver detalhes
  • Jadson teve atuação aquém na estreia do Corinthians na Copa do Brasil

    Jadson, Clayson, Carille... Empate em Salvador rende notas vermelhas a corinthianos

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes