Brahma levará ‘loucos’ para o Japão

Brahma levará ‘loucos’ para o Japão

Maior parceira do futebol brasileiro, a Brahma não vai ficar de fora do Mundial de Clubes, que será disputado em dezembro, no Japão. O torcedor do Corinthians que ainda não conseguiu seu ingresso tem a chance de embarcar com tudo pago. Para isso, basta enviar um vídeo gritando do jeito mais louco pelas suas duas maiores paixões . Serão dois ganhadores que vão se unir ao bando de loucos pelo alvinegro.

Os vencedores passarão sete noites do outro lado do mundo com um único objetivo: torcer pelo título tão esperado. Além disso, os dois ganhadores terão um jantar especial com Neto, eterno camisa 10 do Timão, em solo japonês.

“A parceria da Brahma com a torcida do Corinthians não é de agora. Na Libertadores já estivemos juntos e foi um sucesso quando reunimos cerca de 30 mil pessoas no Anhembi, em São Paulo. O sonho foi conquistado. O objetivo agora é ir mais longe, encurtar essa distância do Japão para os corintianos que irão vivenciar este momento histórico”, disse Rafael Neves, gerente de marketing da Brahma Futebol.

Para participar, basta acessar a página www.facebook.com/BrahmaTimao, seguir as orientações e torcer. Os ganhadores serão anunciados no dia 7/11, às 20h, ao vivo, na Rádio da fã page durante a retransmissão da final da Libertadores entre Corinthians e Boca Juniors-ARG com a participação dos corintianos da banda de rock CPM 22.

Fonte: Inteligemcia

Veja Mais:

  • Guilherme Arana disputará Sul-Americano no Equador

    Corinthianos são convocados para Sul-Americano Sub-20; Jabá fica fora

    ver detalhes
  • Moisés, de 21 anos, foi um dos destaques do Bahia em 2016

    Destaque do Bahia, lateral faz parte dos planos do Corinthians para 2017

    ver detalhes
  • Internacional foi alvo de gafe da Fifa

    Fifa comete gafe, troca escudo do Internacional e põe foto do Corinthians no lugar

    ver detalhes
  • Alan Mineiro não fica no Corinthians em 2017

    [Teleco] Alan Mineiro não fica no Corinthians em 2017

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes