O 2º gol de placa de Tite

O 2º gol de placa de Tite

Tite segue no comando do Timão até o fim de 2013

Tite segue no comando do Timão até o fim de 2013

Foto: Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

A conquista do inédito título da Libertadores foi o grande momento de Tite no Corinthians, mas o treinador se transformou em mito para o presidente Mário Gobbi dias depois da conquista. O motivo? Ele conseguiu acabar com o oba-oba pós-taça que imperava no elenco.

Vale lembrar que o Timão passou as oito primeiras rodadas do Brasileirão na zona de rebaixamento e o medo de Gobbi era de que seu clube fosse vítima do mesmo fenômeno ocorrido com o Palmeiras, campeão da Copa do Brasil e ameaçado de queda.

Tite, então, trocou a fantasia do bom-moço pela de um sargentão e, na marra, recolocou as coisas em ordem. Para isso, distribuiu broncas, cogitou dar multas salariais e teve pulso firme até com Emerson, o herói da conquista da Libertadores.

“Foi nessa hora que o Tite mostrou ser disparado o melhor técnico brasileiro hoje”, explica um braço direito de Gobbi.

Maior salário
O novo contrato, assinado na quarta-feira, fez de Tite o mais bem pago entre todos os funcionários do Corinthians. Até então, ele ganhava menos do que Emerson e Guerrero. E seu atual salário, superior a R$ 550 mil, começa a ser pago a partir de 1 de dezembro.

Fonte: Diario de São Paulo

Veja Mais:

  • Pablo voltou a sentir dores na coxa e precisou deixar o gramado quarta-feira

    Pablo é diagnosticado com lesão e se torna desfalque do Corinthians

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians vem crescendo no Fiel Torcedor

    Torcida do Corinthians rompe nova barreira e se aproxima de vice-líder do torcedômetro

    ver detalhes
  • Clayson pode ser titular contra o Fluminense, mas outros estão no páreo.

    Sem Carille, definição do time titular do Corinthians no Rio é adiada

    ver detalhes
  • Pablo para por até seis semanas no Corinthians

    Médico do Corinthians explica lesão de Pablo e nega relação com contratura

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes