Cigano acende polêmica ao garantir que nocautearia campeão mundial de boxe

Cigano acende polêmica ao garantir que nocautearia campeão mundial de boxe

Com uma defesa do cinturão dos pesos-pesados agendada para o dia 29 de dezembro, no UFC 155, Junior "Cigano" aposta no seu poder de nocaute para sair vitorioso mais uma vez do combate diante de Cain Velasquez. A mão pesada do brasileiro lhe garantiu até o momento 11 triunfos de um total de 15 na carreira.

Mas não é apenas no rival das artes marciais mistas que o atual campeão do UFC pretende usar essa virtude. Em entrevista ao jornal 'The Washington Post', Cigano garante que nocautearia Wladimir Klitschko, detentor de cinco importantes cinturões dos pesados no boxe e um dos maiores pugilistas do momento. Para o brasileiro, há diversas falhas no estilo de luta do ucraniano.

— Eu poderia vencer esse cara. Talvez não seria fácil, mas eu poderia nocauteá-lo. Eu vejo um monte de lutas de Wladimir, e eu vejo um monte de buracos.

Apesar de admirar a capacidade dos irmãos Klitschkos, Junior Cigano criticou a maneira que eles atuam nos ringues. Para o ‘pupilo’ de Minotauro, o fato deles não acabarem com as lutas os torna entediantes de assisti-los.

— Eu gosto de vê-los lutar, especialmente Wladimir, mas é meio chato. Eles são muito bons no que fazem, mas eles são muito cuidadosos. Eles não vão para finalizar a luta. Eles ficam lá em uma estratégia de segurança o tempo todo. Não é o Mike Tyson. Eles não acabam com as lutas.

Fonte: r7

Veja Mais:

  • Jogo do Corinthians contra o Grêmio será transmitido para 13 estados do Brasil

    TV Globo exibe Corinthians e Grêmio para 13 estados do Brasil; confira

    ver detalhes
  • Corinthians vem de boa vitória no Brasileirão

    Corinthians pode se isolar na liderança e aumentar distância do G6; veja a classificação

    ver detalhes
  • Corinthians entra em campo neste domingo contra o Grêmio

    Corinthians visita Grêmio neste domingo para se consolidar na briga pelo hepta do Brasileirão

    ver detalhes
  • Gramado da Arena Corinthians está mais suscetível a 'escorregões' por excesso de umidade

    Gramado da Arena Corinthians 'chegou no limite', diz presidente de empresa responsável

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes