Após 13 anos, Corinthians e Vasco 'revivem' final que revelou seis selecionaveis

Após 13 anos, Corinthians e Vasco 'revivem' final que revelou seis selecionaveis

Corinthians e Vasco entram em campo nesta quarta-feira para abrir a disputa de oitavas de final da Copa do Brasil Sub-20. Há 13 anos, os mesmos clubes se encontravam em competição de juniores: em 1999, os paulistas levaram a melhor sobre os cariocas, em uma final de Copa São Paulo, que projetou seis nomes para vestir a camisa da seleção brasileira.

Do lado corintiano, a equipe contava com Renato; Índio, Marcelo, Anderson e Kléber; Rodrigo Pontes, Edu e Andrezinho; Gil, Ewerthon e Fernando Baiano. Entre os vascaínos, o goleiro era Hélton, em um time que ainda contava com Materá, André, Géder e Possato; Fabrício Carvalho, Dias, Hélder e Rogério; Dedé e Vanderlei.

O duelo, disputado no Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho, o Pacaembu, para 17.266 pessoas, só foi decidido nos últimos 15 minutos. Aos 31 da segunda etapa, o capitão corintiano, Edu, aproveitou a sobra da defesa cruzmaltina e soltou uma bomba de fora da área. A bola foi saindo do alcance de Hélton e morreu no fundo das redes.

Naquele dia 25 de janeiro de 1999, a alegria de Edu, que tinha apenas 20 anos, foi poder comemorar o gol do título subindo no alambrado, gritando junto com a torcida corintiana. Um ano mais tarde, contudo, o meio-campista reencontraria o Vasco, mas em um cenário completamente diferente: no profissional, na final do Mundial de Clubes, no Maracanã.

Hoje dirigente do Corinthians, conhecido também pelo sobrenome, Edu Gaspar não espera apenas um novo herói na Copa do Brasil Sub-20. "Vamos torcer para que não seja um, podem ser uns quatro, cinco, para trazer tudo para cá porque isso é bom para o clube. Aí valoriza todo um trabalho da categoria de base, profissional".

Assim como Edu, todos os outros corintianos daquela decisão ganharam chance na equipe profissional, conquistando ao menos um título com o Corinthians. O zagueiro Anderson, o lateral-esquerdo Kléber, o próprio Edu, e os atacantes Gil e Ewerthon conseguiram ainda vestir a camisa da seleção brasileira profissional.

Do lado do Vasco, o goleiro Hélton também conseguiu chegar à seleção brasileira, e nomes como Géder, Fabrício Carvalho, Dias, Hélder (que faleceu em 2006, aos 27 anos) e Vanderlei (Vandinho) figuraram na equipe profissional vascaína. No atual time sub-20, o zagueiro Luan e o meia Marlone já experimentaram o que é ser titular no time de cima do Vasco.

Alertando para essa qualidade vascaína, o técnico corintiano, Zé Augusto, também terá dois reforços ‘profissionais’ para a partida, nas mesmas posições: Antônio Carlos e Giovanni, ambos convocados para a seleção brasileira da categoria. "Será um jogo difícil, já que o Vasco vem com força total. O importante é lutar pelo resultado em casa, diante da torcida que sempre nos acompanha", disse.

Fonte: Jornal Dia Dia

Veja Mais:

  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Maycon conta com o aval de Oswaldo de Oliveira para retorno

    Retorno de Maycon minimiza necessidade por contratação de volante no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes