Após 13 anos, Corinthians e Vasco 'revivem' final que revelou seis selecionaveis

Após 13 anos, Corinthians e Vasco 'revivem' final que revelou seis selecionaveis

Corinthians e Vasco entram em campo nesta quarta-feira para abrir a disputa de oitavas de final da Copa do Brasil Sub-20. Há 13 anos, os mesmos clubes se encontravam em competição de juniores: em 1999, os paulistas levaram a melhor sobre os cariocas, em uma final de Copa São Paulo, que projetou seis nomes para vestir a camisa da seleção brasileira.

Do lado corintiano, a equipe contava com Renato; Índio, Marcelo, Anderson e Kléber; Rodrigo Pontes, Edu e Andrezinho; Gil, Ewerthon e Fernando Baiano. Entre os vascaínos, o goleiro era Hélton, em um time que ainda contava com Materá, André, Géder e Possato; Fabrício Carvalho, Dias, Hélder e Rogério; Dedé e Vanderlei.

O duelo, disputado no Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho, o Pacaembu, para 17.266 pessoas, só foi decidido nos últimos 15 minutos. Aos 31 da segunda etapa, o capitão corintiano, Edu, aproveitou a sobra da defesa cruzmaltina e soltou uma bomba de fora da área. A bola foi saindo do alcance de Hélton e morreu no fundo das redes.

Naquele dia 25 de janeiro de 1999, a alegria de Edu, que tinha apenas 20 anos, foi poder comemorar o gol do título subindo no alambrado, gritando junto com a torcida corintiana. Um ano mais tarde, contudo, o meio-campista reencontraria o Vasco, mas em um cenário completamente diferente: no profissional, na final do Mundial de Clubes, no Maracanã.

Hoje dirigente do Corinthians, conhecido também pelo sobrenome, Edu Gaspar não espera apenas um novo herói na Copa do Brasil Sub-20. "Vamos torcer para que não seja um, podem ser uns quatro, cinco, para trazer tudo para cá porque isso é bom para o clube. Aí valoriza todo um trabalho da categoria de base, profissional".

Assim como Edu, todos os outros corintianos daquela decisão ganharam chance na equipe profissional, conquistando ao menos um título com o Corinthians. O zagueiro Anderson, o lateral-esquerdo Kléber, o próprio Edu, e os atacantes Gil e Ewerthon conseguiram ainda vestir a camisa da seleção brasileira profissional.

Do lado do Vasco, o goleiro Hélton também conseguiu chegar à seleção brasileira, e nomes como Géder, Fabrício Carvalho, Dias, Hélder (que faleceu em 2006, aos 27 anos) e Vanderlei (Vandinho) figuraram na equipe profissional vascaína. No atual time sub-20, o zagueiro Luan e o meia Marlone já experimentaram o que é ser titular no time de cima do Vasco.

Alertando para essa qualidade vascaína, o técnico corintiano, Zé Augusto, também terá dois reforços ‘profissionais’ para a partida, nas mesmas posições: Antônio Carlos e Giovanni, ambos convocados para a seleção brasileira da categoria. "Será um jogo difícil, já que o Vasco vem com força total. O importante é lutar pelo resultado em casa, diante da torcida que sempre nos acompanha", disse.

Fonte: Jornal Dia Dia

Veja Mais:

  • Cássio (à dir.) foi apresentado como reforço do Corinthians ao lado de Felipe, hoje no Porto

    'Nunca me imaginei jogando no Corinthians': Cássio conta bastidores da chegada ao Timão

    ver detalhes
  • Torcedores seguem se associando ao Corinthians

    Em nova atualização do Fiel Torcedor, número de sócios do Corinthians segue crescendo

    ver detalhes
  • Arena Corinthians pode ser palco de torneio de pré-temporada em 2018

    Copa-2018 e troca de gramado deixam Corinthians cauteloso sobre torneio de pré-temporada na Arena

    ver detalhes
  • Gil e Felipe estão entre as vendas mais caras da equipe de 2016

    Jovem que atuou 17 minutos pelo Flamengo rende mais que todas as vendas do Corinthians em 2016

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes