Tite aprova tecnologia no futebol e diz que já pediu ajuda para repórteres em lances duvidosos

Tite aprova tecnologia no futebol e diz que já pediu ajuda para repórteres em lances duvidosos

Tite aprova tecnologia no futebol e diz que já pediu ajuda para repórteres em lances duvidosos

Tite aprova tecnologia no futebol e diz que já pediu ajuda para repórteres em lances duvidosos

O gol de mão marcado pelo argentino Barcos - e anulado em seguida pela arbitragem com ajuda externa - aconteceu no sábado, em jogo entre Palmeiras e Internacional pelo Campeonato Brasileiro, mas segue rendendo discussão. Nesta quarta-feira, foi a vez do técnico Tite, do Corinthians, dar sua opinião sobre o lance. Em entrevista ao Sportv, o treinador disse que aprova o uso da tecnologia para acabar com os erros de arbitragem no futebol e admitiu que já perguntou a repórteres para saber o que realmente aconteceu em lances duvidosos.

'Vejo como fundamental o uso da tecnologia. Mas é muito importante definir e estipular as regras corretas, para saber especificamente em quais situações vamos usá-la durante os jogos', afirmou Tite. O comandante do Corinthians também disse que seus auxiliares contam com comunicação externa e passam a ele o que foi visto na TV, como um tira-teima ou um replay de um lance.

'Recebo comunicação (externa) e sempre sei o que aconteceu nos lances duvidosos, até porque não gosto de me manifestar quando não sei se tenho razão. Falar algo sem saber tira minha credibilidade em relação ao árbitro. Em muitos jogos, já vi árbitro, auxiliar e quarto árbitro perguntando para o pessoal da imprensa se o jogador estava em posição legal, por exemplo, mas nunca mudando a opinião depois que eles falam. Eu mesmo já perguntei', revelou Tite.

O corintiano também ressaltou que quer o uso da tecnologia no futebol para melhorar as condições de trabalho dos árbitros: 'Sou mais um profissional que quer melhorar as condições de trabalho da arbitragem. Sei da responsabilidade que os árbitros têm durante os jogos e sei que a tecnologia dará melhores condições para eles. Isso será melhor também para o esporte, para os técnicos e para todas as equipes', opinou.

Fonte: Terceiro Tempo

Veja Mais:

  • Farfán foi companheiro de Guerrero na seleção do Peru

    Jornalista revela interesse do Corinthians em atacante peruano

    ver detalhes
  • Camisa a ser usada pelo Corinthians contra o Cruzeiro tem escudo da Chapecoense

    Em ação no Twitter, Corinthians exibe uniforme em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes
  • Equipe feminina do Timão foi ao CT Joaquim Grava no início de novembro

    Corinthians renova parceria com Audax e confirma equipe feminina para 2017

    ver detalhes
  • Castán posta foto com taça do penta e recebe pedidos para voltar; veja

    Castán posta foto com taça do penta e recebe pedidos para voltar; veja

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes