Federação Paulista e Topper apresentam a bola do Paulistão 2013

Federação Paulista e Topper apresentam a bola do Paulistão 2013

Modelo exibe nova bola do Paulistão. F: FPF

Modelo exibe nova bola do Paulistão. F: FPF

' Como acontece todo ano, a Federação Paulista de Futebol (FPF) e a marca esportiva, Topper, promoveram um evento, na manhã desta terça-feira, para o lançamento da bola do Paulistão 2013. Porém, esse ano, a festança tem um motivo especial. A federação paulista e a Topper comemoram dez anos de parceria, que já renderam mais de cinco mil gols, na competição, com as bolas da marca.


Buscando mudanças a cada ano, a marca esportiva sempre prioriza a velocidade e a leveza das bolas. Esse ano não foi diferente e os focos foram os mesmos. Com design inspirado na linha de chuteiras Velocity, a KV Carbon 12, como será chamada, faz referência a velocidade e a habilidade, duas características fortes no futebol brasileiro. Para enfeitar, a marca introduziu um verniz dourado fazendo com que a bola brilhe quando exposta à claridade.

Mantendo as tradicionais cores da FPF (preto, branco, vermelho e amarelo), a bola é confeccionada com tecnologia exclusiva de microfibra, garantindo maior resistência a impactos. Desenvolvida em borracha especial, a câmara de ar é impermeável, o que mantém sua esfericidade e permite mais conforto na hora do chute.

Como não poderia ser diferente, o evento contou com a presença de alguns engravatados que coordenam o futebol paulista e nacional, como o presidente da FPF, Marco Polo Del Nero e José Maria Marin, presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), além de Fernando Beer, diretor de artigos esportivos da Topper, entre outros engomados.

Porém, uma presença carismática quebrou o clima político e melancólico do evento. O ex-goleiro do Palmeiras, Marcos, esqueceu o péssimo momento do Palmeiras, no Brasileirão, para deixar o recado aos boleiros através de um vídeo. Marcos conta que viu de perto todas as mudanças da bola e alerta os ex-colegas de ofício.

'É uma honra representar a Topper. Tenho certeza de que o empenho em ajudar com o crescimento do esporte é muito grande. Durante o tempo em que joguei eu pude acompanhar isso ali dentro do gramado. Agora, desejo sorte aos goleiros que participarão do próximo campeonato, porque a bola está rápida e o bicho vai pegar?, alertou o ex-goleiro, pentacampeão do mundo com a Seleção Brasileira, em 2002.

Alvo de um protesto no próximo domingo, devido uma possível ligação com o assassinato do jornalista Vladimir Herzog, na época do regime militar, o presidente da CBF, José Maria Marin, elogiou a parceria entre a FPF e a Topper e se pôs na torcida pela longevidade da parceria.

'Tudo o que é bom deve continuar. Aqui temos um exemplo bem sucedido. Dez anos é uma convivência aonde os parceiros vão se conhecendo, corrigindo possíveis erros e procurando melhorar. Durante todo esse tempo eu pude observar que, tanto a FPF quanto a Topper se dão bem um com o outro, e quem se beneficia com isso é o esporte?, analisou, Marin, ex-jogador de futebol.

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Michel (à esq.) e o sobrinho foram ao Maracanã naquele 23 de outubro

    Terceiro corinthiano solto no Rio desabafa: 'Fui pra ver o jogo, não pra brigar'

    ver detalhes
  • Torcedores na Arena poderão adicionar patch da Chapecoense em camisas

    Loja da Arena irá personalizar grátis camisas em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes
  • Corinthians já definiu profissionais que devem permanecer e ser negociados

    Isaac, Mendoza, Oswaldo... Confira quem chega e quem sai do Corinthians

    ver detalhes
  • É tudo política, estúpido!

    [Marco Bello] É tudo política, estúpido!

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes