Após criticas, Paulo André recebe 'carta' do Sindicato

Após criticas, Paulo André recebe 'carta' do Sindicato

Após criticar o Sindicato de Atletas Profissionais do Estado de São Paulo, o zagueiro Paulo André viu sua declaração repercutir junto á entidade. A instituição divulgou uma carta enderaçada ao jogador do Corinthians para esclarescer todos os detalhes da entrevista do atleta, chegando citá-lo como 'pseudo-politizado'.

Segundo a nota da entidade, Paulo André não tem conhecimento do papel do Sindicado pelo fato de não atuar dentro deste ramo. O zagueiro foi convidado a comparecer na sede da entidade para ficar melhor informado. Descontente com a resposta da instituição, o jogador ironizou a carta através de seu Facebook.

'Hahaha... Obrigado pela carta! Em 17 anos só tem isso pra contar e ainda acha bom? Como pseudo-politizado não devo ter o direito de falar sobre o assunto. E seguindo a linha de pensamento, percebo que tem gente que resolveu defender uma classe não politizada para não precisar discutir com ela, é isso mesmo?', postou.

Confira a carta publicada pelo sindicato:

Com o propósito de esclarecer junto aos meios de comunicação as declarações desastrosas do atleta Paulo André Cren Benini, do S.C Corinthians Paulista, em coletiva de imprensa, o Sindicato de Atletas Profissionais do Estado de São Paulo esclarece:

1. A situação de risco vivenciada pelos atletas profissionais da Sociedade Esportiva Palmeiras é de responsabilidade do clube, da polícia e da Secretaria de Segurança Pública do Estado. Mesmo assim, logo após o episódio envolvendo o atleta João Vitor, da S.E Palmeiras, o Sindicato de Atletas reuniu-se com o secretário de segurança de São Paulo, Dr. Antônio Ferreira Pinto, solicitando providências à respeito.

2. Uma reunião também foi realizada junto aos elencos de Santos F.C, S. C Corinthians Paulista e Sociedade Esportiva Palmeiras, onde ficou definido que em qualquer outro episódio envolvendo agressões a atletas, em represália nenhum dos elencos entraria em campo na rodada seguinte. O São Paulo F.C se absteve.

3. Lamentavelmente, o atleta Paulo André Cren Benini mostrou desconhecer profundamente o trabalho realizado pelo Sindicato de Atletas nos últimos anos, talvez por viver fora do país e não acompanhar os serviços prestados pela entidade aos atletas profissionais em todas as divisões do futebol paulista. O episódio envolvendo os atletas da S.E Palmeiras é problema de SEGURANÇA PÚBLICA. A manifestação do atleta Paulo André Cren Benini é característica dos pseudo-politizados, que não conhecem definitivamente qual é o papel do Sindicato de Atletas. Mais uma vez o tema vem à tona e mais uma vez a questão é entendida de forma totalmente equivocada.

4. Por atuar em um clube de alto poder financeiro, o atleta Paulo André Cren Benini desconhece também as diversas intervenções sindicais do SAPESP contra clubes inadimplentes do interior do estado, defendendo os profissionais que atuam nas divisões inferiores de SP.

4. Garantia aos 30 dias de férias para atletas, mudança dos jogos em horário de verão para as 17h, garantia do recebimento do direito de arena nos campeonatos com cotas televisivas, elaboração e participação na criação da Lei Pelé, inclusão no regulamento a perda de pontos para clubes inadimplentes nas competições da F.P.F, fim do afastamento de atletas do grupo de trabalho, entre outras tantas, são algumas das ações que ajudam diariamente os atletas profissionais de São Paulo, mesmo a informação sendo de conhecimento ou não do atleta Paulo André Cren Benini.

5. Concordamos plenamente com o atleta Paulo André Cren Benini, quanto à união da categoria, mas com ressalva. Trata-se de uma ação contínua e que depende única e exclusivamente dos atletas. A participação nas questões sindicais vai muito além da destacada por Paulo André Cren Benini, talvez assuntos que ele desconheça por não atuar no campo do sindicalismo.

6. Por fim, e, afim de evitarmos maiores constrangimentos, convidamos o atleta Paulo André Cren Benini a comparecer à sede do Sindicato de Atletas Profissionais do Estado de São Paulo para que possa se informar melhor das ações tomadas pela entidade na defesa da categoria. Não somente ele, mas qualquer outro atleta que, de alguma forma, tenha a intenção de colaborar com a sua classe.

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Carille não confirmou a equipe titular que enfrenta o São Paulo

    Rodriguinho não treina e Balbuena volta: veja provável escalação do Corinthians para o Majestoso

    ver detalhes
  • Recuperado de lesão, Balbuena foi relacionado para o Majestoso

    Com retornos confirmados, Corinthians relaciona 21 jogadores para Majestoso

    ver detalhes
  • Gabriel não escondeu seu lado corinthiano em entrevista

    Gabriel diz torcer pelo Corinthians desde criança e explica sensação de ter jogado pelo Palmeiras

    ver detalhes
  • Marquinhos abre o coração, comemora volta à Arena e dá palpite sobre Majestoso

    Marquinhos abre o coração, comemora volta à Arena e dá palpite sobre Majestoso

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes