Alvo do Corinthians, Pato tem carro cercado e é hostilizado por torcedores do Milan

Alvo do Corinthians, Pato tem carro cercado e é hostilizado por torcedores do Milan

Pato foi hostilizado por torcedores do Milan

Pato foi hostilizado por torcedores do Milan

A paciência dos torcedores do Milan com o brasileiro Alexandre Pato chegou ao fim. Após perder pênalti na derrota em casa para a Fiorentina por 3 a 1, o atacante teve seu carro cercado na saída do estádio San Siro e foi ameaçado pelos aficionados do clube italiano.

De acordo com o jornal Corriere dello Sport, cerca de 100 torcedores aguardaram a saída de Pato após a partida. O brasileiro foi obrigado a parar e foi hostilizado pelos presentes, que chegaram a bater no carro do jogador.

Sem apresentar um grande futebol após uma longa sequência de lesões, Pato tem alternado partidas como titular e reserva no Milan. A saída do brasileiro tem sido especulada pela imprensa italiana, que aponta o Chelsea como um possível destino para o atacante.

Após reformulação no elenco, o Milan amarga uma temporada irregular no Campeonato Italiano. A equipe ocupa apenas a 12ª colocação, com quatro vitórias em 12 jogos. Na Liga dos Campeões, aparece em segundo lugar no grupo C, com um triunfo em quatro jogos e atrás do espanhol Málaga. Anderlecht e Zenit completam a chave.

Fonte: UOL

Veja Mais:

  • Timão venceu rival brasileiro em Orlando e carimbou classificação à final da Florida Cup Playoff

    Em noite de estreias e gol de Kazim, Corinthians goleia o Vasco na Florida Cup

    ver detalhes
  • Craque da partida, Kazim marcou um gol e deu uma assistência em apenas 45 minutos; Cristian foi abaixo

    Time reserva supera titular em notas da partida

    ver detalhes
  • Carille já foi avisado que Fagner e Rodriguinho podem ser convocados

    Além de Fagner, meia do Corinthians pode ser chamado por Tite para a Seleção Brasileira

    ver detalhes
  • Jadson coloca Corinthians como prioridade após retorno ao Brasil

    [Marco Bello] Jadson coloca Corinthians como prioridade após retorno ao Brasil

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes