Anzhi, da Rússia, quer contratar Bruno César e Elias para 2013

Anzhi, da Rússia, quer contratar Bruno César e Elias para 2013

Anzhi, da Rússia, quer contratar Bruno César e Elias para 2013

Anzhi, da Rússia, quer contratar Bruno César e Elias para 2013

' O Anzhi Makhachkala, milionário time russo que já conta com estrelas como o camaronês Eto?o, busca se reforçar ainda mais com jogadores brasileiros. O clube, que até pouco tempo atrás contava com Roberto Carlos, e tem ainda Jucilei no elenco, pode buscar mais dois ex-meias do Corinthians, Bruno César e Elias.


Os dois estão jogando no futebol português e não custarão barato ao time russo. Bruno, no Benfica, tem uma cláusula de rescisão de contrato que gira em torno de ? 30 milhões (70 milhões de reais). Já para tirar Elias do Sporting seria necessário desembolsar 40 milhões de euros (R$ 105 milhões)

Essa tentativa de montar um meio de campo parecido com o que fez sucesso no Corinthians pode estar vindo de Roberto Carlos, o ex-lateral é diretor de futebol do Anzhi e foi companheiro de Bruno César, Elias e Jucilei, que já está no clube.

O clube ainda conta com mais um brasileiro, o zagueiro João Carlos, que teve passagem discreta pelo Vasco da Gama no início da carreira e logo se transferiu para a Europa.

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Anderson Martins, Leandro Castán e Enzo Roco foram especulado no Corinthians

    Com 50% dos votos, zagueiro é escolhido pela Fiel entre os especulados no Corinthians

    ver detalhes
  • Sem oportunidades, Bruno Paulo está próximo de deixar o Corinthians

    Fora dos planos do Corinthians, Bruno Paulo negocia com time pernambucano

    ver detalhes
  • Balbuena saiu lesionado do jogo contra o Vitória, na Fonte Nova

    Balbuena diminui prazo para volta ao Corinthians, e empresário fala em acordo por ida à Europa

    ver detalhes
  • Zagueiro Pablo está recuperado e deve reforçar Timão no domingo

    Titular retorna, e Carille esboça escalação do Corinthians para duelo com Atlético-GO

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes