FIFA: Um Fábio Santos diferente na volta ao Japão

FIFA: Um Fábio Santos diferente na volta ao Japão

Se um jogador está acostumado a bater bola em casa, com o conforto de seus familiares, tranquilo numa metrópole como São Paulo, atuando num clube que acabou de vencer a Copa do Mundo de Clubes da FIFA - na verdade o time que defendeu desde a infância - é de se esperar que, aos 21 anos, ele não visse com bons olhos uma mudança tão drástica como uma transferência para o Japão, não?

Pois, em 2006, Fábio Santos não só topou como adorou. 'Eu era muito novo... Mas foi incrível?, diz ao FIFA.com o hoje lateral do Corinthians, colocando em perspectiva a transação nos tempos de revelação são-paulina. 'Sempre joguei na minha cidade. Morando com meus pais, era tudo mais fácil. Logo cedo, ter de mudar tudo, ganhar outras responsabilidades, viver sozinho, num futebol diferente, foi algo incrível.?

Fábio defendeu o Kashima Antlers por empréstimo, numa temporada de afirmação e muitas experiências. 'Cheguei jogando, e foi assim o ano inteiro, como titular. Foi muito positivo. Até gostaria de ter continuado lá, mas voltei por força de contrato', afirma. ' Com certeza, até o final da minha carreira, espero voltar a jogar no Japão.'

Nessa passagem, como uma talentosa promessa, o brasileiro jogou em duas posições: na sua de origem ou fazendo a ligação no meio-campo, por vezes substituindo o meia Fernando, ex-Vitória, com forte chegada no ataque. Caso Fábio consiga cumprir os planos de retornar à J-League, porém, os torcedores nipônicos verão um jogador bem diferente.

Outro conceito
No futebol brasileiro em que Fábio Santos foi cultivado, as referências de sua posição eram predominantemente jogadores de vocação bastante ofensiva, que, invariavelmente, quando se transferiam para a Europa, acabavam sendo aproveitados mais no meio-campo, ou até como pontas. Serginho no Milan, Zé Roberto na Alemanha, Júnior no Parma, Athirson, entre outros.

'O espelho que a gente tinha era esse, os jogadores que acompanhávamos. No São Paulo, na minha época de base, o Serginho estava voando. Isso era muito valorizado no Brasil: todos querendo ver o lateral chegar na frente, fazendo gol. Podia se marcar mal, e ninguém criticava. Mas essa não é a realidade?, afirma. 'E tudo aconteceu muito rapidamente para mim. Com 17 anos, já estava disputando uma Libertadores, pensava mais em jogar do que marcar. Era coisa de moleque. Não tinha esse espírito de hoje, coletivo.?

O jogador, aos 27, cita o técnico Paulo Autuori, com quem trabalhou em diversas ocasiões, como uma influência decisiva em uma transição em sua carreira. Aos poucos, foi mudando. 'Aprendi muito, apanhei e fui amadurecendo. O Paulo me ajudou. Ele sempre brigou pelo 4-4-2. A linha de quatro dá uma sustentação para os caras da frente. No São Paulo, não conseguiu fixar isso, até pelo costume do time. Mas, para mim, é o melhor sistema. Você fica com um fixo na cabeça de área e os quatro atrás, fica difícil para o adversário entrar.'

A melhor decisão
Foi esse lateral mais consistente que chegou ao Corinthians em 2011, inicialmente para a reserva de Roberto Carlos. 'Uma das razões para a minha escolha foi justamente por ele. Tanto para poder conviver com um cara desses e por saber que teria chances na temporada, na hora de revezar.'

Mal esperava Fábio que a oportunidade viesse bem cedo, e num momento crítico. Seu segundo jogo pela equipe foi justamente na famigerada derrota para o Deportes Tolima pela fase eliminatória da Copa Libertadores - um revés que acabou resultando na saída do lateral multicampeão e que também marcou o fim do ciclo de Ronaldo no time. 'Achei que nunca mais iria jogar, mas de repente foi algo que se mostrou muito importante para mim. Como o Roberto saiu, consegui ter uma sequência, e acabou sendo a melhor escolha de minha carreira.'

Vestido de alvinegro, o lateral ganhou o Campeonato Brasileiro, conseguiu sua revanche na Libertadores, foi convocado pela primeira vez para a Seleção principal - já havia participado na base da Copa do Mundo Sub-20 da FIFA Holanda 2005, terminando em terceiro - e está no grupo que enfrentará a Colômbia nesta quarta contra a Colômbia, em Nova Jersey.

O bônus? Bem, a conquista da América proporcionará que Fábio Santos muito em breve volte, enfim, ao Japão. No início de dezembro, mais precisamente. Só que, já maduro, jogador formado, ele agora não parte esperando trazer na bagagem de volta apenas experiência: quer uma recompensa concreta, o título com que sonham os corintianos.

Fonte: FIFA

Veja Mais:

  • Guilherme Arana disputará Sul-Americano no Equador

    Corinthianos são convocados para Sul-Americano Sub-20; Jabá fica fora

    ver detalhes
  • Moisés, de 21 anos, foi um dos destaques do Bahia em 2016

    Destaque do Bahia, lateral faz parte dos planos do Corinthians para 2017

    ver detalhes
  • Internacional foi alvo de gafe da Fifa

    Fifa comete gafe, troca escudo do Internacional e põe foto do Corinthians no lugar

    ver detalhes
  • Alan Mineiro não fica no Corinthians em 2017

    [Teleco] Alan Mineiro não fica no Corinthians em 2017

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes
  • Últimos comentários

    Foto do perfil de João

    Ranking: 60º

    João 4924 comentários

    33º. por @pegurelli

    Ah mano, sem essa de falar Japonês. Lá no Japão eles vão aprender o VAICORINTHIANS mesmo. Vão ficar loucos na hora em ver a fiel começar a cantar: VAMOS, VAMOS CORINTHIANS, ESSA NOITE, TEREMOS QUE GANHAR e AQUI TEM UM BANDO DE LOUCOS, LOUCOS POR TI CORINTHIANS kkkk. O Chelsea e o Mundo inteiro vai ver o que é ser torcedor do Corinthians, eles vão tremer...

    Foto do perfil de Mosqueteiro

    Mosqueteiro 390 comentários

    15/11/2012 às 00h49 por @mosqueteirojp

    Ao pé da letra: "Aqui é Corinthians" ! = Koko wa Corinthians desu. ! Mas nas faixas exibidas por alguns torcedores nos estádios está escrito "Watashi wa Corinthians desu", que seria, ao pé da letra, "Eu Sou Corinthians". E o famoso "Vai Corinthians" = Corinthians ikkê ! O verbo vai para o final da frase.
    Bando de Loucos = Kitigae(louco, maluco) Shuudan (grupo de pessoas) - Se falarem isso para os japoneses, eles vão pensar no significado ao pé da letra, (pessoas tantãs da cabeça) e não no sentido figurado da palavra. Esse é o problema das traduções, pois cada língua possui suas peculiaridades.

  • Foto do perfil de Mosqueteiro

    Ranking: 1518º

    Mosqueteiro 390 comentários

    32º. por @mosqueteirojp

    Ao pé da letra: "Aqui é Corinthians" ! = Koko wa Corinthians desu. ! Mas nas faixas exibidas por alguns torcedores nos estádios está escrito "Watashi wa Corinthians desu", que seria, ao pé da letra, "Eu Sou Corinthians". E o famoso "Vai Corinthians" = Corinthians ikkê ! O verbo vai para o final da frase.
    Bando de Loucos = Kitigae(louco, maluco) Shuudan (grupo de pessoas) - Se falarem isso para os japoneses, eles vão pensar no significado ao pé da letra, (pessoas tantãs da cabeça) e não no sentido figurado da palavra. Esse é o problema das traduções, pois cada língua possui suas peculiaridades.

  • Foto do perfil de Mosqueteiro

    Ranking: 1518º

    Mosqueteiro 390 comentários

    31º. por @mosqueteirojp

    Já é complicado traduzir algumas palavras para o idioma japonês, imagina um hino inteiro! Acho que mesmo o hino em português, há pessoas que não sabem o significado de certas palavras contidas no Hino corintiano. Ao pé da letra, "Banzai"= Viva !(é uma saudação de celebração).

  • Foto do perfil de Mosqueteiro

    Ranking: 1518º

    Mosqueteiro 390 comentários

    30º. por @mosqueteirojp

    Acho que Fábio fez um bom ano em 2011. No entanto me parece que este ano seu desempenho está abaixo se comparar ao ano passado. E mesmo assim foi convocado. Se bem que é por falta de opções no setor. Ele chuta mal e não cruza como um lateral deveria. Aliás não me recordo de nenhuma assistência dele para um gol de cabeça.

  • Foto do perfil de MS3_MARCELO

    Ranking: 119º

    Ms3_marcelo 2959 comentários

    29º. por @marceloprudente

    #fato.

  • Foto do perfil de Cristiano

    Ranking: 802º

    Cristiano 692 comentários

    28º. por @neturno

    Concordo Everton, no Brasil temos o melhor lateral esquerdo e se brincar temos o lateral direito também. O Fábio San7os é regular, foi fundamental na conquista da Libertadores. Agora, corneteiro e a turma da pipoca tem em todos os lugares, nunca estão satisfeitos fazer o que? #VaiCorinthians

    Foto do perfil de Everton

    Everton 533 comentários

    14/11/2012 às 14h34 por @evertonr

    Torcedor é uma "raça" mesmo... Quando o time não tem jogador para a posição reclama. Quando surge um que atua uma temporada inteira de forma bem regular, consistente e sem comprometer, já começam a pedir pra se desfazer... Vai entender. Vamos parar de "secar" o cara. Agora que ele tá bem é que deve ficar. Ao menos mais umas duas temporadas. E se por um acaso ele fosse vendido, traria quem...? Onde tem lateral-esquerdo bom disponível no mercado?

  • Foto do perfil de MS3_MARCELO

    Ranking: 119º

    Ms3_marcelo 2959 comentários

    27º. por @marceloprudente

    Verdade truta, nas laterais o único que vi corresponder a altura foi o Edenilson, isso porque é improvisado ainda...

  • Foto do perfil de MS3_MARCELO

    Ranking: 119º

    Ms3_marcelo 2959 comentários

    26º. por @marceloprudente

    Caramba Turco, você comenta, fala Japones, ae sabe hein kkkkkk

  • Foto do perfil de MS3_MARCELO

    Ranking: 119º

    Ms3_marcelo 2959 comentários

    25º. por @marceloprudente

    Também espero que ele chegue bem Turco, ele ser convocado serve de inspiração, e ainda valoriza bem ele, é bom para o Corinthians vende-lo logo e arrumar um lateral que ajude mais com cruzamentos na área, entre outros fundamentos como defender também, ta difícil um lateral esquerdo bom, o chiquinho as vezes que entrou em campo mostrou ser muito inesperiente, o Dener é bom mas não ta levando sorte com as lesões, é osso...

  • Foto do perfil de Alberto

    Ranking: 6323º

    Alberto 65 comentários

    24º. por @albfigueiredo

    Também significava aos guerreiros japoneses um "Salve ao Imperador" lhe desejando vida eterna. Quanto a sua tradução do hino, realmente está certíssima. Portanto nada mais justo do que darmos um "BANZAI CORINTHIANS"