Roberto Carlos quer transformar Anzhi Makhachkala em filial russa do Corinthians

Roberto Carlos quer transformar Anzhi Makhachkala em filial russa do Corinthians

Elias foi vendido pelo Corinthians para o Atlético de Madrid

Elias foi vendido pelo Corinthians para o Atlético de Madrid

O ex-lateral corinthiano Roberto Carlos, hoje diretor técnico do Anzhi Makhachkala, está disposto a transformar o time russo numa autêntica filial do Timão. O clube, que já conta com o volante Cristian, voltou a negociar com o Sporting Lisboa para contratar Elias, segundo o jornal português A Bola. Os dois jogaram juntos na equipe paulistana e podem voltar a fazer dupla.

Elias é um desejo antigo de Roberto Carlos, que já fizera uma tentativa anterior para contratar o jogador. O atleta tem sido pouco aproveitado no Sporting, mesmo tendo sido a maior compra da história do clube português, que pagou 8,85 milhões de euros, aproximadamente, 12 milhões de reais ao Atlético de Madrid por seus direitos econômicos e federativos.

Mas não é somente Elias que está sendo pretendido pelo Anzhi Makhachkala. Outro ex-corinthiano pode estar a caminho da Rússia. O clube do Daguestão quer contratar o meia-armador Bruno César, destaque do Benfica, de Portugal. O brasileiro, segundo Roberto Carlos, pode ser o nome ideal para municiar o grande nome do clube, o atacante camaronês Samuel Eto`o, maior salário do futebol mundial.

Fonte: Diario da russia

Veja Mais:

  • Jogadores usaram máscaras em brincadeira do Corinthians

    Em clima de Carnaval, Corinthians provoca e dá máscaras para Gabriel e Maycon

    ver detalhes
  • Thiago Duarte Peixoto será afastado dos gramados e passará por avaliação na FPF

    Após assumir erro, árbitro de Dérbi é afastado e passa por avaliação na FPF

    ver detalhes
  • Jogador não pediu desculpas a Gabriel em declaração

    Sem pedir desculpa, Tchê Tchê argumenta ter 'brincado' com Gabriel no Dérbi

    ver detalhes
  • Árbitros utilizaram o metrô em horário de pico nesta quarta-feira

    Árbitro foi à Arena Corinthians de metrô em horário de pico, acusa entidade; FPF rebate

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes