Jorge Henrique segue seu calvário e não viaja para o Sul

Jorge Henrique segue seu calvário e não viaja para o Sul

Para Jorge Henrique, não há o que comemorar no segundo semestre

Para Jorge Henrique, não há o que comemorar no segundo semestre

Foto: Rafael Neddermeyer / Agência O Dia

O segundo semestre segue como um calvário para Jorge Henrique. Com dificuldade para se livrar das sucessivas lesões, o atacante, que vivia a expectativa de estar à disposição de Tite para o duelo do Corinthians contra o Internacional, domingo, no Beira-Rio, terá novamente que aguardar em virtude das dores na coxa direita.

No treino realizado na quinta-feira, o velocista, que voltou ao time no início do mês e foi titular nas duas últimas partidas, era aguardado pelo técnico Tite para participar do coletivo depois de seguidos dias de trabalho de recuperação no departamento médico do CT Joaquim Grava. No entanto, as incômodos mais uma vez prevaleceram e obrigaram Jorge Henrique a seguir em tratamento.

Se a lesão não preocupa atleta e comissão técnica, ela exige cuidados em virtude da proximidade do Mundial de Clubes. Assim, o camisa 23 terá apenas os clássicos contra Santos e São Paulo para tentar retomar seu espaço entre os titulares que devem iniciar a campanha no Japão.

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Com a 9 corinthiana, Luizão foi artilheiro da Libertadores de 2000, com 15 gols

    Ao Meu Timão, Luizão fala da busca do Corinthians por centroavante: 'Se cavar, acha na Argentina'

    ver detalhes
  • Camacho (à dir.) ganhou oportunidade entre os titulares no treino desta sexta

    Carille esboça time titular com uma troca; chance de mudança no esquema existe

    ver detalhes
  • Emerson Sheik com a camisa do Corinthians em coletiva no CT

    Emerson Sheik é apresentado, diz entender desconfiança e promete dar resposta em campo

    ver detalhes
  • Sheik assinou contrato até o fim de junho

    Emerson Sheik fala sobre contrato de seis meses, aposentadoria e possível renovação com Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes