Martínez: 'Seria ótimo ganhar do Brasil e o Mundial de Clubes'

Martínez: 'Seria ótimo ganhar do Brasil e o Mundial de Clubes'

553 visualizações 2 comentários Comunicar erro

Aos poucos o argentino Martínez vai conquistando espaço no Corinthians e na seleção de seu país. O momento favorável faz despertar os sonhos do atacante para serem realizados ainda neste ano. O primeiro deles e bater o Brasil, quarta-feira, no Superclássico das Américas, para depois alcançar o segundo, que é o título do Mundial de Clubes, com o Timão.

- Seria ótimo ganhar o Brasil e depois ganhar o Mundial. Seria coroar um ano espetacular - afirmou Burrito, na concentração argentina, em Ezeiza.

Martínez novamente será titular contra o time de Mano Menezes. Ele marcou o gol hermano na derrota por 2 a 1 em Goiânia e aposta em um jogo com mais alternativas.

- Será uma partida aberta. Vamos tentar ganhar, precisamos. São duas seleções com muita qualidade - completou o atacante, deixando de lado as discussões sobre as dimensões do gramado em que o clássico foi disputado:

- A medida para mim de La Bombonera é a ideal. Goiânia era grande demais e Resistencia curta demais. Mas não vamos nos prender a isso, porque a medida do campo é a mesma para todo mundo - finalizou o argentino, que fará dupla com Barcos.

Fonte: Lancenet

Veja Mais:

  • Sergio Díaz fez primeiro trabalho com bola desde que chegou ao Corinthians

    Clayson de volta, Díaz em campo e Douglas dúvida; veja as novidades do treino do Corinthians

    ver detalhes
  • Loss trocou algumas vezes o esquema tático durante o jogo contra Grêmio

    Diretoria do Corinthians não aprova vários esquemas táticos de Loss e cobra treinador

    ver detalhes
  • Website da Inoovi, empresa que firmou parceria com o Corinthians

    Corinthians anuncia parceria com empresa de Hong Kong por criptomoeda IVI

    ver detalhes
  • Caixa pode voltar ao espaço nobre da camisa do Corinthians

    Corinthians alinha últimos detalhes para anunciar novo acordo por patrocínio máster

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes