Corinthians e Caixa negam influência do governo e de Lula no patrocínio ao clube

Corinthians e Caixa negam influência do governo e de Lula no patrocínio ao clube

951 visualizações 6 comentários Comunicar erro

Tanto a diretoria do Corinthians quanto dirigentes da Caixa Econômica Federal negaram participação do governo ou do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva no acerto do contrato de patrocínio da camisa do clube. A equipe alvinegra receberá R$ 30 milhões por ano pelo acordo, maior valor de uma agremiação nacional.

"Não foi conversado com o governo", afirmou o Clauir dos Santos, diretor de marketing da Caixa Econômica Federal. "Seguimos o padrão da Lei 8.666 [de licitações]. Verificamos se o clube tinha alguma pendência para fechar o patrocínio."

A diretoria do Corinthians negou que Lula tenha ajudado no negócio. Em outubro, surgiram informações de que o ex-presidente se movimentava para que o clube obtivesse um patrocinador.

"Nada, nenhuma participação [do Lula]", defendeu o vice-presidente Luis Paulo Rosemberg. A versão do clube é que a negociação começou com os diretores de marketing do Corinthians, Ivan Marques, e da Caixa, Clauir dos Santos, que já tinham trabalhado juntos.

Segundo dirigentes do clube, as conversas começaram há cerca de 20 dias. E a conclusão da negociação ocorreu no meio da última semana, mas o anúncio demorou porque havia necessidade de aprovação da diretoria do banco.

A diretoria da Caixa também disse não ver nenhum problema em fechar com um clube que tem uma dívida de cerca de R$ 50 milhões em tributos federais, negociados e parcelados por meio da Timemania. Há ainda outro montante sendo cobrado por meio de processos fiscais.

"Nós investimos R$ 400 milhões por ano em TV e há emissoras que têm pendências também. O que levamos em conta é a lei e o mercado", analisou Clauir dos Santos.

Fonte: Uol

Veja Mais:

  • Timão pode erguer troféu da Liga Ouro já na sexta-feira, na casa do São José

    Corinthians vence batalha com quatro prorrogações e fica a uma vitória do título da Liga Ouro

    ver detalhes
  • Maioria dos titulares de Loss já completou sétimo jogo no BR; Cássio e Fagner, sequer seis

    Doze corinthianos já completaram sete jogos no Brasileirão; veja quem ainda pode se transferir

    ver detalhes
  • Caetano tem 18 anos e estava no Botafogo

    Corinthians acerta contratação de zagueiro indicado por Barroca, técnico do Sub-20

    ver detalhes
  • Léo Jabá tem contrato de cinco temporadas com o FC Akhmat Grozny

    Jabá encaminha transferência à Grécia, e Corinthians pode ganhar mais de R$ 4 milhões

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes