Premiado pela Libertadores, Sheik diz 'torcer por mais canecos'

Premiado pela Libertadores, Sheik diz 'torcer por mais canecos'

Nunca é tarde para ser premiado. Na tarde deste sábado, uma hora antes de a bola rolar para o clássico entre Corinthians e Santos, ainda no vestiário do Pacaembu, Emerson Sheik recebeu um troféu e um cheque de US$ 30 mil por ter sido considerado o melhor jogador da Copa Libertadores, torneio vencido pelo Timão em julho.

Autor de cinco gols no torneio, inclusive os dois da vitória por 2 a 0 contra o Boca Juniors (ARG), na final, o camisa 11 pregou o coletivo durante pronunciamento na cerimônia. A premiação em dinheiro, segundo ele, ou será dividida entre funcionários ou doada a uma instituição de caridade.

- Temos dito em relação à Libertadores que foi uma conquista que não teve um atleta que pensasse em ser estrela. Lógico que eu, particularmente, fico feliz de receber esse título, mas seria injusto da minha parte em não dividir com a equipe, com a diretoria, comissão técnica. Então, em relação ao prêmio, só vim receber. É de todos nós - disse.

Titular nesta noite ao lado de Paolo Guerrero, o atacante já projeta mais títulos pelo clube. E não apenas o Mundial de Clubes, que se iniciará em 12 de dezembro.

- O Corinthians é muito grande para se contentar com apenas uma Libertadores. Torço para, como jogador, levantar mais um caneco pelo Corinthians. Mas se por ventura eu parar antes, torço para que se repita mais vezes - afirmou.

COINCIDÊNCIA?

Organizado pelo banco Santander, patrocinador oficial da competição sul-americana, o evento coincidiu com a estreia do patrocínio da Caixa na camisa do Timão. O banco estatal, em estratégia de marketing, distribuiu 60 mil bandeirinhas do clube com a logomarca da instituição.

Fonte: lancenet

Veja Mais:

  • Alessandro Nunes e Roberto de Andrade são responsáveis por formar elenco de 2018

    Presidente do Corinthians estabelece número ideal de contratações para 2018 e promete time forte

    ver detalhes
  • Carille deve ajudar Jô na missão do atacante pela artilharia

    Reta final do Corinthians terá titulares contra Flamengo e Atlético-MG e reservas diante do Sport

    ver detalhes
  • Sem 'canetadas', Corinthians é maior campeão nacional com sete títulos brasileiros

    'Corinthians é o maior campeão brasileiro', diz historiador palmeirense da USP

    ver detalhes
  • Roberto de Andrade vê Arana como atleta mais perto a deixar Timão

    Roberto de Andrade fala em 'esfriamento', mas admite conversas pela venda de Arana

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes