Com receio, novo técnico do Chelsea evita falar sobre Corinthians e Mundial

Com receio, novo técnico do Chelsea evita falar sobre Corinthians e Mundial

Rafa Benítez estreou sob protestos e vaias da torcida

Rafa Benítez estreou sob protestos e vaias da torcida

O espanhol Rafa Benítez estreou neste domingo como técnico do Chelsea. Após o empate sem gols ante o Manchester City, em casa, pelo Campeonato Inglês, ele preferiu não comentar um possível duelo contra o Corinthians no Mundial de Clubes.

Em entrevista à ESPN Brasil, Benítez afirmou que, antes de pensar no time brasileiro, precisa esperar o vencedor do confronto entre o mexicano Monterrey e o sul-coreano Ulsan, que enfrentará o Chelsea na semifinal. "Ainda não sabemos se vamos nos classificar".

Com bom humor, ele acrescentou que nem sabe se o atual campeão europeu e o vencedor da Copa Libertadores da América se encontrarão no torneio, em dezembro, no Japão.

As únicas possibilidades de confronto são na final ou, em caso de duas enormes zebras, na decisão do terceiro lugar.

O Corinthians disputará vaga na decisão contra o egípcio Al-Ahly, o neozelandês Auckland City ou o japonês Sanfrecce Hiroshima.

"O importante agora é conseguir uma boa dinâmica de jogo", declarou Benítez, que manteve como titulares o zagueiro David Luiz, o volante Ramires e o meia Oscar, todos da seleção brasileira.

Antes mesmo de começar a partida ante o atual campeão inglês em Londres, torcedores do seu novo clube protestaram contra sua contratação e defenderam o demitido técnico Roberto Di Matteo.

O espanhol minimizou as manifestações contrárias. "O importante para mim, como treinador, é o que pode fazer o time em campo e não o que pode acontecer no entorno. Vamos tentar mudar a opinião das pessoas na base do trabalho e dos resultados", declarou.

"Ele está montando a filosofia de trabalho. Nestes dias, ele estava nos ensinando as coisas que ele gosta. Vamos aprendendo dia a dia para estar em comunhão com o treinador.", contou David Luiz, também para a emissora de TV.

Após 13 rodadas e amargando jejum de cinco partidas, o Chelsea ocupa a quarta colocação do campeonato nacional, a cinco pontos do líder Manchester United.

Para avançar ao mata-mata da Copa dos Campeões e continuar defendendo seu título, precisa vencer o dinamarquês Nordsjaelland em casa e torcer por derrota da vice-líder Juventus ante o já classificado Shakhtar Donetsk na Ucrânia.

Fonte: Folha de São Paulo

Veja Mais:

  • Flávio Adauto não é mais diretor de futebol do Corinthians

    Em nota oficial, Corinthians anuncia saída de Adauto e Piovesan

    ver detalhes
  • Andrade permanece à frente do Corinthians apenas até fevereiro de 2018

    Corinthians estima superávit em 2018; clube pretende arrecadar R$ 50 milhões em vendas

    ver detalhes
  • Júnior Dutra assinou com o Corinthians até dezembro de 2019; único reforço confirmado

    Exato um mês após o título brasileiro, Corinthians tem só um reforço; três são os motivos

    ver detalhes
  • Corinthianos foram presos por horas nas arquibancadas do Maracanã em 2016

    Impunidade após baderna flamenguista expõe exageros da polícia carioca contra Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes