Junior Cigano vai quebrar todos os recordes do UFC

Junior Cigano vai quebrar todos os recordes do UFC

O campeão Junior dos Santos se prepara para defender o cinturão do Ultimate Fighting Championship pela segunda vez. O catarinense de vinte e oito anos é conhecido pela dedicação aos treinamentos e afirma que esse é o segredo para chegar pronto nos combates sem correr riscos.

“O segredo dos bons resultados é a preparação. Você tem de se preparar muito bem para todas as situações que podem acontecer em uma luta”, disse em video-entrevista ao site do UFC.

O atleta da Champions já colhe os frutos do árduo trabalho iniciado em 2006, quando fez a sua primeira luta profissional. Recentemente ele passou a ser patrocinado pelo clube paulista Corinthians e pela Nike e continua treinando para não permitir que as suas lutas vão parar nas mãos dos árbitros.
“Eu amo as oportunidades que estou tendo agora e treino duro todos os dias para ir lá e finalizar todas as minhas lutas. Eu sou um peso pesado e peso pesado finaliza as lutas.”

Após ter passado com sucesso [e facilidade] pela primeira defesa de título em maio, quando nocauteou Frank Mir no segundo round de uma luta em que não correr nenhum risco, Dos Santos enfrentará o lutador de quem tomou o cinturão em novembro de 2011. O campeão encara o oponente como um difícil desafio e aponta as melhores qualidades do desafiante.

“Cain Velásquez representa um grande desafio para mim. O cardio dele é um dos melhores da categoria peso pesado. Ele possui técnicas muito boas lutando em pé e o wrestling e o ground and pound [socos e cotoveladas desferidas no adversário de costas no chão] são as melhores habilidades dele.”
No primeiro encontro dos dois melhores lutadores do peso, ‘Cigano’ precisou de apenas sessenta e quatro segundos para encaixar a sua mão direita e definir o confronto. O aluno de Luiz Dórea não vê outro resultado no dia 29 de dezembro, no principal embate do UFC 155, que não seja o nocaute, com a diferença de que, dessa vez, o desafio terá maior duração.

“Eu vou provar nessa luta que eu sou o homem mais mal do planeta. Eu realmente acho que vou nocauteá-lo novamente. Dessa vez vai ser um pouco mais longo, talvez no segundo ou terceiro round, mas acho que vou nocauteá-lo de novo.”

Junior Cigano chegou à conquista do cinturão da organização mais importante das artes marciais mistas em sua décima quinta luta profissional, das quais nove foram realizadas no Ultimate. Após a sua chegada ao topo do mundo, sua motivação passou a ser, além da manutenção do título, a quebra de todos recordes possíveis.

“Meu sonho era me tornar campeão dos pesados e agora o meu sonho é quebrar recordes. Vou quebrar todos os recordes que puder”, concluiu.

Fonte: Terra

Veja Mais:

  • Farfán foi companheiro de Guerrero na seleção do Peru

    Jornalista revela interesse do Corinthians em atacante peruano

    ver detalhes
  • Camisa a ser usada pelo Corinthians contra o Cruzeiro tem escudo da Chapecoense

    Em ação no Twitter, Corinthians exibe uniforme em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes
  • Equipe feminina do Timão foi ao CT Joaquim Grava no início de novembro

    Corinthians renova parceria com Audax e confirma equipe feminina para 2017

    ver detalhes
  • Castán posta foto com taça do penta e recebe pedidos para voltar; veja

    Castán posta foto com taça do penta e recebe pedidos para voltar; veja

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes