Tite espera bom senso do presidente da CBF para evitar constrangimento no Mundial

Tite espera bom senso do presidente da CBF para evitar constrangimento no Mundial

São Paulo - O assunto seleção brasileira divide atenções no Corinthians. Tudo por conta da possibilidade do técnico Tite receber um convite da CBF para assumir a vaga de Mano Menezes, demitido na última sexta-feira. Focado na disputa do Mundial de Clubes, o treinador alvinegro espera bom senso do presidente de entidade máxima do futebol brasileiro. José Maria Marin, durante a competição no Japão para evitar constragimentos com um eventual aumento de especulações de seu nome para assumir o Brasil. Marin foi convidado pelo Corinthians para ver a competição no país do sol nascente.

'Tem uns oito, dez técnicos que estão na mesma condição Mas tem uma grande diferença minha entre o resto: vou disputar o maior título que o profissional pode almejar. O Abel (Braga, do Fluminense) já conquistou o título (com o internacional, em 2006). Volto a dizer sempre que sinto orgulho por causa do trabalho realizado no Corinthians, Acredito em 'feeling' do presidente para determinar isso também (evitar constrangimento para não ficarem muito próximos no Japão e aumentarem as especulações). Para a CBF o título do Corinthians também é extraordinário', respondeu Tite quando questionado se evitará conversar muito com Marin durante a disputa do Mundial, no Japão.

Apesar de saber que as especulações aumentarão em cima de seu nome me virtude da presença do presidente da CBF no Japão, Tite disse que não ficou uma situação constrangedora para ele. Mas se se houver uma condição. 'Não ficou constrangedora, na medida que haja naturalidade. O presidente vai estar com o Gobbi (Mário, presidente do Corinthians), e eu estarei trabalhando. Evuntualmente vamos nos encontrar', explicou.

Tite, por fim, se sente orgulhoso de ter seu nome apontado para dirigir a Seleão, mas mostra muita felicidade pela valorização que foi dada ao Corinthians. Ele é apotando como possível substituto de Mano Menezes junto com o Muricy Ramalho, do Santos, Luiz Felipe Scolari, desempregado, e Abel Braga, do Fluminense. 

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Arana pode se transferir para a Inter de Milão nos próximos dias

    Com oferta na mão, Corinthians espera retorno de presidente para definir venda de Arana

    ver detalhes
  • Corinthians optou por não utilizar redes sociais em respeito ao momento

    Corinthians suspende redes sociais em dia de velório coletivo da Chapecoense

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians se despediu da Arena no empate por 0 a 0 com o Atlético-PR

    Maior do país, público do Corinthians é duas vezes a média do Brasileirão 2016

    ver detalhes
  • Oswaldo defendeu utilização da cor verde em homenagem à Chapecoense

    Oswaldo comenta tragédia da Chapecoense e é mais um a defender cor verde no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes