Real quer vender Kaká e o meia pode vir ao Corinthians, segundo site espanhol

Real quer vender Kaká e o meia pode vir ao Corinthians, segundo site espanhol

Kaká está fora dos planos do Real Madrid

Kaká está fora dos planos do Real Madrid

Foto: Divulgação

Para manter Cristiano Ronaldo, o Real Madrid vai "sacrificar" Kaká. Cada vez menos utilizado no time merengue, o meia brasileiro deve ser negociado em janeiro de 2013 para que o clube use o dinheiro gasto em seus salários para dar um aumento ao craque português e, assim, garantir a permanência do lusitano. Quem garante é o jornal espanhol "Marca" em sua página nesta quarta-feira.

Cristiano Ronaldo já avisou publicamente que está "triste" no Real, embora tenha negado que o motivo seja econômico. Ainda assim, uma proposta milionária do Paris Saint-Germain na próxima temporada poderia seduzir o jogador. Para o diário, os merengues pretendem aumentar seu salário para € 15 milhões de euros (cerca de R$ 40,6 milhões) por temporada, utilizando os recursos gastos atualmente com Kaká, que ganha € 10 milhões (R$ 27 milhões) - o clube economizaria quase R$ 60 milhões correspondente ao período do contrato do brasileiro, que vai até junho de 2015.

Segundo a publicação, o Real já trabalha até mesmo com a possibilidade de liberar Kaká de forma gratuita, só para diminuir sua folha salarial. O diário aponta o Corinthians e o New York RB, da Major League Soccer, como principais concorrentes na contratação do jogador.

Entretanto, o Real terá de convencer Kaká. Apesar de ser pouco utilizado pelo técnico José Mourinho, o jogador segue treinando normalmente e não quer deixar o clube em baixa. Até o momento, ele atuou oito vezes na temporada e em apenas uma oportunidade foi titular. Nem mesmo as convocações recentes para a seleção brasileira melhoraram a situação do meia.

Na última terça-feira, aliás, Kaká sequer foi relacionado por Mourinho para a partida contra o Alcoyano, pelo jogo de volta da fase 16 avos da Copa do Rei. No duelo, o treinador escalou vários jovens da base e alguns jogadores pouco aproveitados. Cristiano Ronaldo, por exemplo, ficou no banco de reservas.

Fonte: Globo Esporte

Veja Mais:

  • Oswaldo defendeu utilização da cor verde em homenagem à Chapecoense

    Oswaldo comenta tragédia da Chapecoense e é mais um a defender cor verde no Corinthians

    ver detalhes
  • Sala de cabines de TV da Arena passa a ser chamada Lilácio Pereira Jr.

    Corinthians batiza sala de transmissões da Arena em tributo a vítima de acidente

    ver detalhes
  • Golaço de Marlone sobre Cobresal rendeu a ele indicação ao Puskás

    Marlone supera Messi e Neymar e vai à final do Prêmio Puskás da Fifa

    ver detalhes
  • Luidy (boné) conheceu o CT Joaquim Grava na última quinta-feira

    Contratação do Corinthians vai ao CT pela primeira vez

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes