Funcionário é ameaçado e passageira fica com medo de bombas

Funcionário é ameaçado e passageira fica com medo de bombas

1.1 mil visualizações 9 comentários Comunicar erro

Os atos de vandalismo que mancharam a linda festa na despedida do Corinthians tiveram cenas inusitadas. Tanto do lado de fora como dentro do Aeroporto. Teve funcionário correndo para não apanhar, passageiras desesperadas e até policial federal tirando fotos da torcida antes da chegada do ônibus. Acompanhando de perto, o Marca Brasil conta algumas das histórias, sem revelar os nomes a pedido dos envolvidos.

Trabalhando como de costume no estacionamento do Aeroporto, um manobrista, que garante ser corintiano, foi acusado por torcedores por estar avisando a polícia sobre os locais onde eles estavam se escondendo. Com um rádio comunicador em mãos para falar com a chefia, que passa as coordenadas dos carros que precisa buscar, o funcionário se viu rodeado por torcedores. Acusado de 'cagueta', ele chegou a usar o rádio para bater em um corintiano e sair correndo. Ao chegar a um lugar seguro, ele foi ameaçado de morte. 'Eu venho te pegar depois, você trabalha aqui e sei como te encontrar', disse o agressor.

Se o clima no estacionamento ficou tenso, no saguão o medo dominou os passageiros que chegavam sem saber o que estava acontecendo. Chegando de Natal, uma senhora de aproximadamente 60 anos, abordou a reportagem assustada com os policiais da tropa de choque, que fechavam a porta do Aeroporto. 'O que foi, meu filho?'. Ao saber da confusão entre torcida e polícia, ela pegou o celular e avisou seus familiares. 'Um moço da imprensa me disse que está perigoso aí fora. Jogaram umas bombas que ardem o olho. Vou ficar aqui dentro', disse ela, voltando para a área de desembarque.

Antes mesmo de toda a confusão no saguão, a polícia proporcionava cenas inusitadas no portão 3, local em que o ônibus corintiano entrou. Enquanto a Fiel fazia sua festa, os homens responsáveis pela segurança aproveitavam para tirar fotos. 'Sou corintiano, está demais', disse um policial federal, que acompanhava tudo do lado de dentro da cerca de proteção.

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Maycon deixa o Corinthians na metade do ano rumo à Ucrânia

    Corinthians fecha operação financeira da venda de Maycon e abre mão de percentual futuro

    ver detalhes
  • Corinthians foi campeão da Copa do Brasil pela última vez em 2009

    Corinthians conhece adversário nas oitavas de final da Copa do Brasil nesta sexta-feira

    ver detalhes
  • Jogadores da equipe de amputados do Corinthians durante treinamento

    Equipe de amputados do Corinthians: dedicação e perseverança dentro e fora das quadras

    ver detalhes
  • Lucca acertou com Internacional por empréstimo

    Lucca, ex-Corinthians, é anunciado pelo Internacional; Fiel aguarda anúncio de Roger

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes