FIFA: Um até breve ao bando de loucos

FIFA: Um até breve ao bando de loucos

FIFA: Um até breve ao bando de loucos

FIFA: Um até breve ao bando de loucos

A loucura corintiana não cessa. A mais recente prova do fanatismo dos torcedores do Corinthians foi dada na noite desta segunda-feira, quando eles congestionaram a rodovia Ayrton Senna, em São Paulo, para acompanhar o ônibus da delegação do Timão rumo ao aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, para fazer uma grande festa antes do embarque dos atletas para a Copa do Mundo de Clubes da FIFA Japão 2012 Japão 2012.

Muita gente compareceu para oferecer seu apoio. Com faixas, rojões, sinalizadores e instrumentos de percussão, os fiéis se despediram dos responsáveis por buscar o troféu no Japão com seus cantos tradicionais e recorrentes gritos de: "Vai, Corinthians!".

A festa começou à tarde no portão do Centro de Treinamento do Parque Ecológico, onde teve até churrasco. Já no início da noite, as pistas da Ayrton Senna lembraram brevemente a procissão vivida na rodovia Dutra na inimitável Invasão de 1976. Um pouco mais tarde, a "festa na favela", como cantaram os "maloqueiros e sofredores, graças a Deus", chegou a Cumbica.

Quando o ônibus que transportava jogadores e comissão técnica pintou no aeroporto, perto das 23 h (horário de Brasília), o povo literalmente o abraçou. Das janelas, os atletas, impressionados, filmavam a manifestação de carinho. Com a festa marcada para uma área externa, a fim de evitar tumultos no saguão, o veículo abriu lentamente o mar de torcedores sob um barulho impressionante e passou para o lado de dentro do portão.

Fonte: FIFA

Veja Mais:

  • Corinthians volta a jogar nesta segunda pela Liga Nacional

    Corinthians encara 'reforçado' Sorocaba na primeira final da Liga Nacional

    ver detalhes
  • Pelada registrada no Amapá, onde Caio presenciou o tradicional 'futilama'

    Do Amapá à Antártida: torcedor do Corinthians, fotógrafo percorre o mundo em busca de peladas

    ver detalhes
  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes