Barrada no treino, torcida corintiana dá jeitinho para ver ídolos e reclama

Barrada no treino, torcida corintiana dá jeitinho para ver ídolos e reclama

A torcida do Corinthians oficialmente não pôde acompanhar o primeiro treino da equipe de Tite em terras japonesas nesta sexta-feira, cinco dias antes da estreia no Mundial de Clubes da Fifa. No entanto, a Fiel deu um jeitinho para ver seus ídolos no Wave Stadium Karyia, mas não deixou de criticar a diretoria em razão dos portões fechados.

Enquanto Tite comandava um trabalho com bola, no campo localizado na região metropolitana de Nagoya, torcedores impedidos de entrar no estádio se esforçaram para encontrar pontos para ver a atividade mesmo do lado de fora.

Os corintianos se penduraram em portões e conseguiram instalar faixas de apoio nas imediações do estádio.

Antes do treino, um grupo de torcedores tentou conversar com o gerente de futebol Edu, na tentativa de viabilizar a entrada. A conversa acabou não acontecendo, e os fãs foram avisados por um segurança do clube que não poderiam ver a prática de perto.

“Isso é sacanagem. Muita gente deixou de trabalhar para estar aqui, podiam deixar a gente entrar pelo menos um pouco. O Edu dá entrevista falando que queria ver a torcida junto com o time, agora não deixam a gente entrar”, reclamou o torcedor André Luiz Leme de Oliveira.

Torcedores do lado de fora ainda gritaram pelo presidente Mario Gobbi. Mas se nesta sexta o treino fechado frustrou a Fiel no Japão, no sábado a expectativa é de que pelo menos uma das atividades do time seja aberta.

Fonte: Uol

Veja Mais:

  • Corinthiano Luidy é o novo reforço do Figueirense

    Anunciado por clube da Série B, Luidy agradece Corinthians

    ver detalhes
  • Timão e Caixa não chegaram a acordo pela renovação

    Corinthians recebe ofertas, mas pode permanecer sem patrocínio master na decisão; veja imposições

    ver detalhes
  • Fagner não corre risco de perder finais do Paulistão

    Julgamento de Fagner por suposta agressão no Majestoso acontecerá só após finais do Paulistão

    ver detalhes
  • Jadson, com a 10, fez um dos gols contra a Universidad de Chile na Arena

    Corinthians vai devolver camisa 10 a Jadson; utilização na decisão ainda é incógnita

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes