Corinthians vence Paulista Sub-20 de futsal; Palmeiras deixa ginásio escoltado

Corinthians vence Paulista Sub-20 de futsal; Palmeiras deixa ginásio escoltado

Em clima de tensão e com reforço no policiamento, o Corinthians conquistou o Campeonato Paulista Sub-20 de futsal sobre o Palmeiras, nesta terça-feira, no Parque São Jorge (zona leste de São Paulo), ao vencer a partida final por 4 a 2. Esta é a quinta vez que o clube alvinegro conquista o título.

Para evitar confusão, o time alviverde deixou o ginásio sob escolta da Polícia Militar antes da premiação e sem receber a medalha de prata no pódio. É que a primeira partida da final, ocorrida no último dia 5, no Parque Antarctica (zona oeste da capital paulista), foi interrompida quando o placar apontava 7 a 4 para o Corinthians. Após uma falta dura, o jogador Neguinho do Corinthians foi expulso. Ele teria feito um gesto obsceno para a torcida da casa.

Os palmeirenses, então, tentaram invadir a quadra para bater no jogador corintiano, mas a segurança do clube e a polícia conseguiram controlar a situação. A PM teve, ainda, que ajudar o ônibus do time do Corinthians a deixar o local, que os torcedores palmeirenses aguardavam a delegação adversário na saída do clube.

No dia seguinte, a FPFS (Federação Paulista de Futebol de Salão) decidiu manter o placar do jogo, que fora interrompido no final do segundo tempo. O Palmeiras chegou a ameaçar não disputar a finalíssima no Parque São Jorge, com medo de uma eventual retaliação da torcida corintiana. A direção alviverde, porém, voltou atrás, após a PM afirmar que garantiria a segurança do time na casa do adversário.

Para a partida desta terça-feira, a PM reforçou a segurança no ginásio alvinegro. “Normalmente, acompanhamos este tipo de jogo com dez homens”, afirmou o tenente Esteves, responsável pelo efetivo policial no evento. “Hoje, estamos com 22 policiais aqui”, contou. A PM deslocou ainda quatro veículos e, pelo menos, dez homens da Rocam (Ronda Ostensiva Com Apoio de Motocicletas) para auxiliar nas operações do lado de fora do ginásio.

Dentro das quatro linhas, a partida foi tensa. Houve dez faltas, seis do Corinthians e quatro do Palmeiras. A cada infração, os jogadores das duas equipes discutiam e trocavam empurrões. Neguinho, que pedira desculpas à torcida palmeirense ao longo da semana, não entrou em quadra para jogar.

De acordo com a PM, cerca 1.000 torcedores estavam no ginásio do Parque São Jorge. A torcida palmeirense foi representada por cerca de 30 familiares dos jogadores alviverdes, devidamente isolados em uma área reservada do ginásio. Nenhuma deles usava a camisa ou as cores do time.

Torcedores corintianos mais próximos da quadra ameaçavam os atletas adversários a todo o momento. Apesar do clima de animosidade, porém, a partida transcorreu sem maiores incidentes.

Fonte: Uol

Veja Mais:

  • Pablo foi tranquilizado mais uma vez pela diretoria do Corinthians, que segue confiante

    Sem pressa e confiante: diretoria do Corinthians nem cogita possibilidade de perder Pablo

    ver detalhes
  • Presidente Roberto de Andrade na Arena Corinthians

    Presidente do Corinthians rechaça propostas oficiais, mas não garante permanência de todos

    ver detalhes
  • Jô voltou a deixar o dele nesta quinta-feira; centroavante já soma 12 gols no ano

    Corinthians volta a mostrar força na Arena, vence o Bahia e consolida liderança

    ver detalhes
  • Marquinhos Gabriel anotou um dos gols da vitória do Timão sobre o Bahia

    Líder Corinthians abre nove pontos de 'gordura' no G6; veja a classificação

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes