Datafolha aponta empate entre Corinthians e Flamengo como maiores torcidas do Brasil

Datafolha aponta empate entre Corinthians e Flamengo como maiores torcidas do Brasil

Torcida do Corinthians invadiu o Toyota Stadium

Torcida do Corinthians invadiu o Toyota Stadium

Foto: Fernando Roberto

Pesquisa Datafolha confirmou a tendência de crescimento da torcida corintiana no país. Desde 2009, quando o time voltou a disputar a Série A do Brasileiro, o número de seguidores do Corinthians só aumentou.

O último levantamento revela que as torcidas do Flamengo e do Corinthians estão numericamente empatadas como as maiores do país.

Questionados sobre "qual é o time de futebol de sua preferência", 16% dos entrevistados disseram que torcem pelo Flamengo, mesmo número daqueles que afirmaram ser corintianos.

Foram realizadas anteontem 2.588 entrevistas em 160 municípios brasileiros, com margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Opinaram pessoas com 16 anos ou mais.

O Datafolha pesquisa sobre o número de torcedores desde 1993 e foi a primeira vez que a torcida corintiana atingiu o patamar de 16%.

Em 2010, já havia um empate técnico entre as maiores do Brasil: Flamengo, com 17%, e Corinthians, com 14%. A margem de erro era de dois pontos percentuais.

Em dezembro de 2009, novo levantamento divulgado logo depois de o Flamengo conquistar o Campeonato Brasileiro pela última vez apontou o time carioca com 19% da preferência nacional dos torcedores.

Já a equipe da capital paulista registrava 13%. Desde então, sua torcida só cresceu.

Os corintianos continuam superando os flamenguistas na preferência das pessoas que moram no Sudeste, região mais populosa do país (20% contra 13%), mas o time do Rio consegue equilibrar com larga vantagem no Nordeste (22% contra 12%) e também no Norte e no Centro-Oeste (23% ante 13%).

Comparando com os rivais da capital paulista, o percentual de corintianos é o mesmo que o de são-paulinos e palmeirenses somados.

A terceira maior torcida do Brasil continua sendo a do São Paulo, com 9%, seguida da palmeirense, com 7%, e da vascaína, com 5%.

Fonte: Folha de São Paulo

Veja Mais:

  • Pablo foi campeão paulista e brasileiro pelo Corinthians em 2017

    Corinthians volta a negociar com Pablo e pode contratá-lo para 2018, diz portal

    ver detalhes
  • Kazim não deve permanecer no Corinthians em 2018

    Corinthians quer definir destino de Kazim nos próximos dias; chegada de Dutra deve atrapalhar turco

    ver detalhes
  • Fellipe Bastos pode ser emprestado para outro clube em 2018

    Com chegada de reforço, Corinthians estuda empréstimo de Fellipe Bastos

    ver detalhes
  • Minds Idiomas segue na manga da camisa corinthiana em 2018

    Com até bolsa de estudos a jogadores, Corinthians renova com patrocinador para manga da camisa

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes