Militares da Marinha na Antártica se preparam para jogo do Corinthians

Militares da Marinha na Antártica se preparam para jogo do Corinthians

Quatro corintianos que integram um grupo de militares da Marinha a bordo do Navio Polar Almirante Maximiano, na Antártica, prometem executar o hino do time no sistema de alto-falantes da embarcação se ele for campeão do Mundial de Clubes da Fifa, em partida contra o inglês Chelsea neste domingo (16), no Japão.

Os suboficiais Nilton de Faria Junior, de 45 anos, e Fernando José de Oliveira, de 50, e os terceiros-sargentos José Robson de Souza, de 33 anos, e Manoel Rui do Nascimento Filho, de 31, acreditam que o jogo será difícil, mas apostam em uma vitória do Corinthians por 2 a 1.

Eles contam que têm acompanhado os últimos resultados pela internet, a única forma de comunicação disponível ao grupo no Polo Sul. Assim que chegaram ao local, os quatro – três deles no estado do Rio e um de Brasília – procuraram saber como se informariam sobre as partidas, e ficaram aliviados quando viram que a conexão funcionava.

Para dar sorte, os militares levaram para a Antártica camisetas, toucas, canecas, chaveiros e bandeiras do Corinthians e do Brasil. Também fizeram um "mascote" de neve, devidamente uniformizado. Entre os rituais que eles mantêm, estão usar os "apetrechos da sorte" e ouvir o hino do "Timão" antes dos jogos e a cada gol do time do coração.
Boneco de neve do Corinthians (Foto: Navio
Polar Almirante Maximiliano/Marinha do Brasil)

Os quatro amigos contam que os colegas do navio que torcem por outros clubes estão, na maioria, a favor do Corinthians.

A função deles na Antártica é dar apoio aos pesquisadores. Faria Junior supervisiona a manutenção dos helicópteros, Nascimento Filho cuida da parte mecânica dos helicópteros, Oliveira trabalha na cozinha e Souza é um dos enfermeiros do navio.

Oliveira e Souza devem voltar ao Brasil no dia 21 de dezembro, data esperada para o "fim do mundo". Já Faria Junior e Nascimento Filho vão retornar ao país em abril do ano que vem.

Quatro navios da Marinha estão no continente para ajudar na reconstrução da Base Antártica Comandante Ferraz, destruída por um incêndio no fim de fevereiro.

Fonte: Globo.com

Veja Mais:

  • Carille durante vitória do Corinthians em Osasco

    Carille diz qual foi maior trunfo do Corinthians em vitória sobre Audax

    ver detalhes
  • Atacante turco marcou o único gol da partida

    Kazim marca único gol da partida e Corinthians vence o Audax pelo Paulistão

    ver detalhes
  • Veja o gol da partida Audax 0x1 Corinthians

    VÍDEO: Veja o gol da partida Audax 0x1 Corinthians

    ver detalhes
  • Cássio acabou eleito o melhor em campo diante do Osasco Audax

    Reforço brilha, outro vai mal e veterano leva título de craque da partida

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes