Petr Cássio supera original e segura Chelsea

Petr Cássio supera original e segura Chelsea

Petr Cech, considerado um dos melhores goleiros do mundo e consagrado por ter sido um dos heróis da final da Liga dos Campeões contra o Bayern de Munique, foi superado na final do Mundial de Clubes por um goleiro que foi apelidado com o seu nome. 'Petr' Cássio, que passou a ser chamado assim pelos torcedores após se destacar nas quartas de final da Libertadores contra o Vasco e defender o chute de Diego Souza, novamente salvou o Corinthians ao fechar o gol contra o Chelsea.

A atuação contra o campeão europeu fez com que Cássio ganhasse o prêmio de melhor jogador do Mundial. O jogador não tomou gol na competição, já que, na partida com o Al-Ahly pela semifinal, o Timão ganhou também de 1 a 0.

Cássio assumiu a titularidade da meta corintiana em abril na partida de ida contra o Emelec, pelas oitavas de final da Libertadores. Com boa atuação contra o adversário fora de casa, o jogo terminou sem gols, e Cássio foi consirado o responsável pelo resultado. A partir daí, não deixou mais o gol do Corinthians.

O goleiro de 25 anos chegou ao Timão no começo desta ano, após uma passagem apagada pela Europa, defendendo o PSV e o Sparta Roterdã. Antes, ele chegou a atuar pelo Grêmio.

Fonte: Band

Veja Mais:

  • Carille ganhou desfalque de última hora para compromisso frente ao Linense: Maycon

    Cheio de desfalques, Carille faz mistério antes de duelo contra Linense; veja quem pode entrar

    ver detalhes
  • Tite aplaudido pela torcida na Arena Corinthians

    Seleção dá show na Arena Corinthians e fica perto de vaga para a Copa do Mundo

    ver detalhes
  • Seleção realizou o último treino nesta segunda-feira na Arena Corinthians

    Arena Corinthians será palco da segunda maior renda da história do futebol brasileiro; confira

    ver detalhes
  • Arana foi relacionado para duelo na Arena, mas deve iniciar no banco

    Carille leva Arana para jogo diante do Linense; confira lista de relacionados

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes