O mundo tomado por um bando de loucos

O mundo tomado por um bando de loucos

Abra bem os olhos, aguce bem os ouvidos e perceba.

Para onde quer que você olhe, venha o som de onde vier, uma coisa é certa nesta segunda-feira: o mundo ficou preto e branco e de todos os cantos se ouve alguém dizer: “Volta, Corinthians!”.

Sim, depois do mantra “Vai, Corinthians!”, ter invadido o Japão nas últimas duas semanas, agora a expectativa é outra, é pela chegada dos heróis do bicampeonato mundial.

Os manos fiéis querem ver Cássio, Guerrero, Tite, querem ver a nova taça que irá morar no museu do Parque São Jorge, belíssimo, por sinal.

Os corintianos estão em estado de graça e não é para menos.

No dia 4 de dezembro do ano passado eles comemoram a conquista do Campeonato Brasileiro; no dia 4 de julho deste ano, a Libertadores e, agora, de novo, o Mundial da Fifa.

Na celebração do pentacampeonato brasileiro, o maior homenageado foi o Doutor Sócrates, que nem viu conquista, porque resolveu ir embora pouco antes, pela madrugada.

Na festa da Libertadores, sob lua de São Jorge, comemorou-se a invencibilidade de um grupo tão forte que destronou o Boca Juniors, além do campeão anterior, o Santos.

Ontem, finalmente, no estádio de Yokohama, que passou pela mesma metamorfose do de Toyota, ambos transformados em Pacaembu, a festa foi da Fiel com a Fiel e para a Fiel.

Porque nunca mais o Mundial de Clubes será o mesmo depois da invasão corintiana, coisa que levou o reservado jornal londrino The Guardian a classificá-la como fantástica.

E a Fiel que ficou não vê a hora de receber a que foi e, de quebra, Tite e seus campeões.

Por isso, “Volta, Corinthians!”, e seja muito bem-vindo na manhã de amanhã.

O bando de loucos o espera de braços abertos.

Fonte: Blog do Juca

Veja Mais:

  • Oswaldo defendeu utilização da cor verde em homenagem à Chapecoense

    Oswaldo comenta tragédia da Chapecoense e é mais um a defender cor verde no Corinthians

    ver detalhes
  • Sala de cabines de TV da Arena passa a ser chamada Lilácio Pereira Jr.

    Corinthians batiza sala de transmissões da Arena em tributo a vítima de acidente

    ver detalhes
  • Golaço de Marlone sobre Cobresal rendeu a ele indicação ao Puskás

    Marlone supera Messi e Neymar e vai à final do Prêmio Puskás da Fifa

    ver detalhes
  • Luidy (boné) conheceu o CT Joaquim Grava na última quinta-feira

    Contratação do Corinthians vai ao CT pela primeira vez

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes