Internacionalização do Corinthians passa por manutenção de time competitivo

Internacionalização do Corinthians passa por manutenção de time competitivo

2.4 mil visualizações 8 comentários Comunicar erro

Primeiros lugares do Brasileirão, boas campanhas na Libertadores e títulos conquistados sempre que possível. É essa rotina de conquistas que está nos planos da diretoria do Corinthians para não deixar que a euforia pelo título mundial conquistado contra o Chelsea , após a vitória de 1 a 0 (gol marcado pelo peruano Paolo Guerrero) se torne em acomodação por parte de dirigentes e jogadores.

'Para internacionalizar o clube você tem que estar sempre no topo. O gringo se interessa pelo que acontece no Brasil e sempre olha a tabela. Estar no topo é obrigação. Chegar às semifinais e finais da Libertadores também. Tem que ser algo que vire rotina. Basta ver o que aconteceu no Manchester United depois do (Alex) Ferguson', disse Edu Gaspar.

O gerente de futebol do Corinthians cita o Manchester como exemplo pelo fato de o time inglês ser hoje uma das marcas mais valorizadas do esporte mundial. Muito diferente do que era em 1986, ano em que Ferguson assumiu o time. De lá para cá a equipe se acostumou a vencer. Foram títulos ingleses a perder de vista. Duas Champions League e dois Mundiais. Hoje o time vermelho de Manchester tem fãs em todo o mundo.

'Só com um time competitivo, acostumado a ganhar, é que você se mantém em evidência. Não basta ganhar um título aqui e ficar anos sem disputar. Precisa ser algo uniforme, que faça com que os torcedores e fãs de futebol de outras partes do mundo se interesse mais a acompanhar o dia a dia, os jogos do clube. Não é um processo fácil, mas estamos no caminho certo', disse o gerente.

O Corinthians tem na Nike uma parceira fundamental neste processo. Com contrato renovado até 2022, algumas ações de exposição da marca do clube em todos os cantos do mundo tiveram início antes deste Mundial de 2012. Foram feitos outdoors em Londres, cidade do Chelsea, além de anúncios em jornais e sites de todo o mundo. 'Estamos trabalhando firme nisso e 2013, espero, será tão bom quanto este ano', disse Edu.

 As informações são do repórter Bruno Wincler, do IG

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Com Renê Júnior, Timão ajustou últimos detalhes para o confronto com o Paraná

    Corinthians encara Paraná escalado com três mudanças; confira

    ver detalhes
  • Matheus Matias vive a expectativa de estrear com a camisa do Timão

    Matheus Matias segue dieta especial por estreia no Corinthians: 'Não paro de comer'

    ver detalhes
  • Top fregueses do Corinthians | #43

    SAUDAÇÕES CORINTHIANAS: Os maiores fregueses do Corinthians

    ver detalhes
  • Positivo Tecnologia S.A e FoxLux S.A são duas empresas que patrocinam a camisa

    Balanço do Corinthians destrincha oito maiores acordos de patrocínio; dois são colocados em xeque

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes
  • Melhor comentário

    Foto do perfil de Jorge

    Ranking: 351º

    Jorge 1887 comentários

    por @dodej

    A única vez que mantemos a base e o elenco, fomos campeão da Libertadores.
    Antes sempre perdíamos uma peça essencial e jogavamos a Libertadores remendada até achar a formação ideal. Se manter esse elenco, acostumado a jogar Libertadores e decições, vamos ganhar muitos títulos, essa é a fórmula!

  • Últimos comentários

    Foto do perfil de MS3_MARCELO

    Ranking: 166º

    Ms3_marcelo 3100 comentários

    8º. por @marceloprudente

    Verdade truta, sempre mantendo a base e contratando grandes jogadores, não precisamente de Nome, mas de garra e determinação #VAICORINTHIANS

    Foto do perfil de Jorge

    Jorge 1887 comentários

    17/12/2012 às 18h06 por @dodej

    A única vez que mantemos a base e o elenco, fomos campeão da Libertadores.
    Antes sempre perdíamos uma peça essencial e jogavamos a Libertadores remendada até achar a formação ideal. Se manter esse elenco, acostumado a jogar Libertadores e decições, vamos ganhar muitos títulos, essa é a fórmula!

  • Foto do perfil de MS3_MARCELO

    Ranking: 166º

    Ms3_marcelo 3100 comentários

    7º. por @marceloprudente

    O que mensionaram é verdade, o exemplo foi o manchester, mas também temos o Barça, o real madri, que se você perguntar pra qualquer ele sabe de falar sobre o time e até arrisca a escalação, esse mesmo processo irá acontecer conosco tenho certeza, ser citado em filmes, os antis irão pirar e admitir não terá escapatória #VAICORINTHIANS

  • Foto do perfil de carlos

    Carlos 1 comentário

    6º. por @rickhoffmann

    Parabéns Corinthians...agora mais internacional ainda, me orgulho desse time que manteve a base, e da pra crer que agora temos clube brasileiro com estilo europeu que vai melhorar mais e mais com Tite no comando e um grupo unído #vaicorinthians.

  • Foto do perfil de Jorge

    Ranking: 351º

    Jorge 1887 comentários

    5º. por @dodej

    A única vez que mantemos a base e o elenco, fomos campeão da Libertadores.
    Antes sempre perdíamos uma peça essencial e jogavamos a Libertadores remendada até achar a formação ideal. Se manter esse elenco, acostumado a jogar Libertadores e decições, vamos ganhar muitos títulos, essa é a fórmula!

  • Foto do perfil de João

    Ranking: 334º

    João 1928 comentários

    4º. por @barretos

    Internacionalizar é estar sempre no topo, é ser referencia aos demais! Portanto, a conquista de títulos tem que ser constante e é isso que esperamos

  • Foto do perfil de rafael

    Ranking: 8108º

    Rafael 72 comentários

    3º. por @rafaelalves

    Foi o que sempre pensei ! Parabéns Corinthians, rumo a ser também o clube mais rico do mundo !
    #vaiCorinthians

  • Foto do perfil de LUAN

    Luan 24 comentários

    2º. por @luuan

    O Futebol hoje não é jogado apenas dentro de campo.
    E esse é um ponto forte que o Timão soube trabalhar muito bem.
    Tanto elenco (jogadores), quanto a diretoria (administração) e a TORCIDA realizam um ótimo trabalho, cada um em sua parte.
    E é isso que faz o Timão cada vez mais forte e glorioso...sempre se afastando cada vez mais dos adversários em questão de números (R$), popularidade e marketing...
    Não é a toa que somos os time mais invejado do Brasil!
    Realmente somos uma NAÇÃO!