Gastos de R$ 70 mi da Arena Corinthians podem gerar briga entre governos e Corinthians

Gastos de R$ 70 mi da Arena Corinthians podem gerar briga entre governos e Corinthians

Apenas nove metros vão separar o gramado do alambrado na Arena Corinthians

Apenas nove metros vão separar o gramado do alambrado na Arena Corinthians

O COL (Comitê Organizador Local) entrega hoje a São Paulo uma exigência para a Copa que promete causar briga entre prefeitura, Estado e Corinthians. Trata-se da lista de estruturas temporárias do entorno do Itaquerão que precisarão ser adquiridas em 2014. O motivo da briga será a decisão de quem assumirá a conta da exigência, cujo custo estimado é de cerca de R$ 70 milhões. O governo federal, que não tem nada a ver com isso, pode acabar sendo acionado.

A informação é da coluna Painel FC, assinada por Bernardo Itri, desta segunda-feira. Leia a íntegra do texto aqui.

O governo do Estado de São Paulo já acenou que não vai arcar com essa conta. Sinalizou que sua contribuição para a organização da Copa na cidade se resolveu nas arquibancadas provisórias e no investimento permanente, que garantiu no sistema viário de Itaquera. E o Corinthians deve se eximir da responsabilidade também. Ou seja, a conta deve sobrar para a Prefeitura de São Paulo.

Inconformadas com o gasto, que chegará a todas as sedes da Copa, incluindo São Paulo, as cidades devem tentar empurrar a conta ou parte dela para a União.

Fonte: Folha de São Paulo

Veja Mais:

  • Setor Norte da Arena Corinthians segue interditado para o início do Brasileirão

    Setor Norte da Arena segue interditado para Brasileiro; Corinthians pode ter dois clássicos 'vazios'

    ver detalhes
  • Pedrinho surge como opção para Jadson, que foi preservado do treino nesta quarta-feira

    Pedrinho é testado por Carille no primeiro treino com titulares antes de decisão

    ver detalhes
  • Guilherme foi empréstimo ao Atlético-PR

    Atlético-PR anuncia contratação do corinthiano Guilherme até 2018

    ver detalhes
  • Carille pode sofrer desfalques por suspensão na final do estadual

    Com quase um time inteiro pendurado, Carille descarta poupar jogadores na primeira decisão

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes