Atlético de Madrid pode oferecer R$ 55 milhões pra tirar Guerrero do Corinthians

Atlético de Madrid pode oferecer R$ 55 milhões pra tirar Guerrero do Corinthians

Guerrero marcou os dois gols do Corinthians no Mundial

Guerrero marcou os dois gols do Corinthians no Mundial

Foto: Toshifumi Kitamura/AFP

De acordo com a TV peruana Panamerica, o atacante Paolo Guerrero, autor do gol do Corinthians na decisão do Mundial de Clubes contra o Chelsea, pode voltar em breve para a Europa. O atacante, que jogou por dez anos na Alemanha, é alvo do Atlético de Madrid.

Grande herói da conquista do Corinthians no último domingo (16), Guerrero pode estar de malas prontas do clube paulista. O atacante, autor dos dois gols do Corinthians no Mundial de Clubes, pode ser o substituto do colombiano Falcão Garcia no Atlético de Madrid. O atacante, considerado um dos melhores do mundo, é cobiçado por alguns dos principais clubes do mundo.

E para tirar o novo ídolo corintiano do futebol brasileiro, o Atlético de Madrid estaria disposto a pagar 20 milhões de euros, cerca de R$ 55 milhões. Se a proposta realmente for confirmada, Guerrero, de 28 anos, terá uma valorização de mais de 700% em apenas cinco meses no Corinthians, já que, em julho, o clube do Parque São Jorge pagou R$ 7,5 milhões ao Hamburgo, da Alemanha, para contratar o atacante.

Fonte: Jornal de Floripa

Veja Mais:

  • Patch de homenagem a Chapecoense na camisa do Corinthians

    Veja imagens da camisa do Corinthians com o patch da homenagem a Chapecoense

    ver detalhes
  • Marinho vem sendo pedido por torcedores do Corinthians para 2017

    Pedido pela torcida do Corinthians, Marinho admite deixar Vitória em 2017

    ver detalhes
  • Simi passou sete anos no Corinthians

    Simi reclama de saída do Corinthians e projeta 'final às avessas' da LNF no Parque São Jorge

    ver detalhes
  • Oswaldo divulgou lista de relacionados do Corinthians

    Com apenas um desfalque, Corinthians divulga lista de relacionados para enfrentar Cruzeiro

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes