Emerson revela não ter dormido três noites no Japão por ansiedade

Emerson revela não ter dormido três noites no Japão por ansiedade

São Paulo - Se alguém falasse que Emerson estava com sono em campo - gíria do futebol usada para determinar se um jogador está mal durante o jogo - erraria pelo sentido figurado do termo. Porém acertaria pelo sentindo literal. Isso mesmo. Sheik foi para o campo sonado por conta de não conseguir dormir, por ansiedade, nas últimas três noites  antes do duelo diante do Chelsea, no Japão. 

'As últimas três (noites) não', respondeu Sheik, quando questionado se conseguiu dormir antes da final do Mundial de Clubes da Fifa, durante a gravação do  ‘Altas Horas’, da ‘TV Globo’. O programa irá ao ar na madrugada deste sábado para domingo.

Sheik ainda comentou de qual maneira conseguiu se concentrar para jogar a nervosa partida diante do Chelsea. 'A concentração é no hotel, um dia antes. Toda concentração fica ali. Vai para jogo sabendo o que vai fazer e o que não tem que fazer', disse o atacante, garantindo que não tem superstição como entrar com o pé direito em campo. 'O pé que entrar primeiro, entrou. (risos)', brincou. 

Por fim, o carismático atacante corintiano revelou qual foi a motivação extra que a delegação recebeu pouco antes de entrar em campo para disputar a final do Mundial. 'A comissão passou, momentos antes da partida, um vídeo com apoio da família. Aquilo ali serviu como motivação', contou.

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Apresentadora usou termo pejorativo para se referir ao Corinthians

    Corinthians é chamado por termo pejorativo em programa de televisão de Campinas

    ver detalhes
  • Elenco do Timão teve dia descontraído no CT Joaquim Grava

    Carille libera rachão, e Corinthians tem treino com show de descontração antes de final estadual

    ver detalhes
  • Tour da Arena Corinthians terá início na segunda semana de maio

    Corinthians anuncia início do tour da Arena; veja preços e como comprar ingressos

    ver detalhes
  • Corinthians de Carille vem se tornando conhecido pela postura defensiva

    Técnico do Corinthians cita até Atlético de Madrid para defender filosofia de trabalho

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes