Bayer confirma acerto de Renato Augusto com o Corinthians

Bayer confirma acerto de Renato Augusto com o Corinthians

 O Bayer Leverkusen da Alemanha confirmou em seu site o acordo para a transferência do meia Renato Augusto para o Corinthians, campeão do mundo ao derrotar o Chelsea no Japão. Segundo o diretor esportivo do time alemão, o ex-jogadior Rudi Voeller, 'Renato nos deu em seu tempo em Leverkusen muitos momentos grande futebol. Mesmo que os últimos meses foram difíceis devido às várias lesões para ele, vamos valorizar as memórias. Ele desempenhou um papel importante no desenvolvimento positivo da nossa equipe.' Os valores da negociação não foram revelados.

A Copa de 2014 no Brasil também ajudou a influenciar a decisão de Renato Augusto de retornar, E o diretor do Bayer, Wolfgang Holzhauser desejou boa sorte ao brasileiro. 'Acreditamos que um novo começo no Brasil faz sentido para ele olhar para a Copa do Mundo de 2014 e que ele poderá ser uma alternativa real para a seleção de seu país'.

A apresentação do atleta ainda deve ser cofirmada oficialmente pelo clube de Parque São Jorge, que corre agora agtrás de outra contratação de peso e espera a chegada de Adriano Galliani, presidente do Milan, para tentar a contratação do atacante Alexandre Pato, por quem já teria oferecido 15 milhões de euro por 50% do passe.

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Timão e Caixa não chegaram a acordo pela renovação

    Corinthians recebe ofertas, mas pode permanecer sem patrocínio master na decisão; veja imposições

    ver detalhes
  • Fagner não corre risco de perder finais do Paulistão

    Julgamento de Fagner por suposta agressão no Majestoso acontecerá só após finais do Paulistão

    ver detalhes
  • Jadson, com a 10, fez um dos gols contra a Universidad de Chile na Arena

    Corinthians vai devolver camisa 10 a Jadson; utilização na decisão ainda é incógnita

    ver detalhes
  • Pedrinho assinou por mais dois anos com o Corinthians

    Corinthians renova contrato com meia Pedrinho

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes