'Operação Pato': Corinthians se prepara para revirar quadro físico de nova estrela

'Operação Pato': Corinthians se prepara para revirar quadro físico de nova estrela

O Corinthians colheu informações com a seleção brasileira e com o Milan sobre Alexandre Pato, vítima de 16 diferentes lesões musculares nos últimos dois anos, antes de contratar o atacante do time italiano por cerca de R$ 40 milhões, mas os estudos sobre o estado físico do atacante começarão a ser feitos pra valer a partir de agora.

Bruno Mazziotti, ex-fisioterapeuta de Ronaldo e atualmente funcionário do Corinthians, promete se debruçar sobre os exames médicos que serão feitos nas próximas semanas para entender porquê Pato tem passado tanto tempos distante dos gramados.

“Temos que trabalhar com muito afinco, o próprio jogador tem consciência de quem tem que trabalhar com muito afinco para retomar seu nível de excelência e a confiança. A medida que o tempo vai passando essa confiança vai diminuindo gradativamente, isso é muito ruim para quem joga futebol. Sabemos que vamos ter muito trabalho. Nossa ideia é avaliá-lo em todas as maneiras possíveis, estudar esses resultados e a partir dai desenvolver a melhor medida de tratamento e treinamento. A medida que isso aconteça os resultados vão correr”, explicou Mazziotti nesta sexta-feira.
O fisioterapeuta trabalhou com Pato em 2007, quando o jovem atacante havia acabado de chegar no Milan do Internacional e Ronaldo estava na equipe italiana. Ele garante que o atleta não tem nenhum problema crônico e que será possível recuperá-lo, no entanto, não entra em polêmica sobre os métodos usados pelo departamento médico do Milan – um dos motivos de Pato voltar ao Brasil seria sua insatisfação com o tratamento recebido na Itália.

“A ideia não é provar que o que estava ocorrendo com ele era errado. São diversas nuances que podem determinar essas lesões musculares. A forma de se trabalhar no Brasil é uma, o resto da Europa tem outro nível de trabalho, outra abordagem. Nossa medicina é muito avançada. Nossa abordagem é um pouco mais ampla. Se houver necessidade de trabalhar oito dez horas por dia trabalhando é essa a abordagem.”

“Na Europa a abordagem é única em um período, o nível de trabalho é um pouco menor em nível de volume em função de características culturais climatológicas. Mas não vamos fazer nada diferente do que é feito com outros jogadores do Corinthians. Vamos nos debruçar um pouco mais sobre esse caso. A ideia não é identificar apenas as causas, é resolver e identificar para lá na frente trabalhar com a prevenção, que é o grande enfoque do futebol brasileiro.”

Renato Augusto

Mazziotti também se mostra confiante com o meio campista Renato Augusto, outro jogador contratado pelo Corinthians para esta temporada que teve problemas de lesão recentemente – operou o joelho direito em 2011.

“As informações que vêm da Alemanha são de que o Renato é um jogador que gosta muito de treinar, faz seus trabalhos à parte. Isso é importante para se reabilitar. Ocorreram algumas lesões no joelho que já foram reestabelecidas. Por conta do que houve teve problemas musculares, o que é normal.”

Fonte: http://espn.estadao.com.br

Veja Mais:

  • Filha dá resposta sensacional ao pai palmeirense: 'Vai, Corinthians'

    Pai força garotinha a cantar música do Palmeiras, e ela surpreende com um 'Vai, Corinthians!'

    ver detalhes
  • Gaviões da Fiel se unirá as outras torcidas organizadas paulitas neste domingo

    Organizadas rivais de São Paulo se unem em evento no Pacaembu em homenagem à Chape

    ver detalhes
  • Arana pode se transferir para a Inter de Milão nos próximos dias

    Com oferta na mão, Corinthians espera retorno de presidente para definir venda de Arana

    ver detalhes
  • Corinthians optou por não utilizar redes sociais em respeito ao momento

    Corinthians suspende redes sociais em dia de velório coletivo da Chapecoense

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes