Corinthians diz que não quer zagueiros, mas fecharia com Dedé em um negócio "de ocasião"

Corinthians diz que não quer zagueiros, mas fecharia com Dedé em um negócio "de ocasião"

240 visualizações 1 comentário Comunicar erro

Corinthians diz que não quer zagueiros, mas fecharia com Dedé em um negócio "de ocasião"

Corinthians diz que não quer zagueiros, mas fecharia com Dedé em um negócio "de ocasião"

Por Gustavo Franceschini

O Corinthians nunca procurou Dedé, não está interessado em contratar zagueiros e só traria o jogador do Vasco em um 'negócio de ocasião?. Pelo menos é o que diz Roberto de Andrade, diretor de futebol do clube do Parque São Jorge, que apresentou nesta terça o meia Renato Augusto no CT Joaquim Grava.

'Está todo mundo dizendo que ele vai sair do Vasco e vir para o Corinthians. Não falamos com ninguém e nem fomos procurados por ninguém. Não estamos atrás de zagueiro. Tem de ser um bom negócio, e bom negócio não é pelo que ele vale. Para pagar o que ele vale vou lá a qualquer hora e compro?, disse o diretor.

Desde o fim do ano passado, Dedé tem sido apontado como um alvo do Corinthians. O Vasco vive um momento financeiro delicado e atrasou salários em diversos momentos desde 2011, mas o zagueiro é ídolo da torcida e o clube, oficialmente, diz que ele não está à venda.

Em dezembro, o próprio Dedé colocou um fim às especulações ao garantir que seguiria em São Januário. Na última segunda, no entanto, ele recuou e disse que poderia sair se fosse um bom negócio para todos. Com o Corinthians encaminhado com o também zagueiro Gil, do Valenciennes, a chance de um investimento no vascaíno diminuem.

'O Gil ainda não está acertado. São cláusulas que tem de ser colocadas no contrato. Uma parte [do pagamento] não é à vista, então você tem de ter garantias. É mais ou menos isso que está atrasando. Os valores estão acertados. Toda a parte comercial do negócio já está feita?, disse o cartola, que acredita em um desfecho até quarta ou quinta-feira.

Roberto de Andrade também negocia as saídas de Martínez, Ramirez e Vitor Junior, que sequer se apresentou ao clube e está liberado para conversar com o Inter. O argentino segue conversando com o Boca, que enviará um advogado a São Paulo na próxima quarta para tentar desatar os nós do negócio.

No caso do peruano, a ida para a Ponte Preta ainda depende de uma conversa entre ele e o clube campineiro. Na última segunda, Ramirez cobrou do Corinthians o reajuste no seu salário por conta da mudança na cotação do dólar em relação à data de sua assinatura, em 2011. O clube aceitou, e agora cabe ao atleta decidir onde disputará a temporada 2013.

Fonte: Terceiro Tempo

Veja Mais:

  • Balbuena segue sem estender vínculo com o Corinthians

    Corinthians aciona Vampeta para tentar ajudar na renovação de Balbuena; clube se pronuncia

    ver detalhes
  • Emerson Sheik participou do jogo-treino desta terça após atuar no segundo tempo do dia anterior

    Vital marca em jogo-treino, mas Corinthians faz repeteco e volta a empatar com Red Bull

    ver detalhes
  • Timão recebe o arquirrival Palmeiras na Arena neste sábado

    Torcida garante 33 mil ingressos para primeiro Dérbi de 2018; venda física começa nesta quarta

    ver detalhes
  • Ralf foi apresentado pelo Corinthians no início da tarde desta terça-feira, no CT

    Apresentado, Ralf fala em 'momento de Gabriel', mas avisa: 'Vou buscar meu espaço'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes