Cássio alcança marca de segundo maior pegador de pênaltis do Corinthians; São Paulo é maior vítima

Cássio alcança marca de segundo maior pegador de pênaltis do Corinthians; São Paulo é maior vítima

Por Meu Timão

5.6 mil visualizações 79 comentários Comunicar erro

Arqueiro do Timão defendeu duas penalidades do São Paulo nessa quarta-feira

Arqueiro do Timão defendeu duas penalidades do São Paulo nessa quarta-feira

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Não que já não seja, mas Cássio caminha a passos largos para se tornar um dos maiores jogadores da história do Corinthians. Depois de defender penalidades cobradas por Diego Souza e Liziero na classificação alvinegra diante do São Paulo, o goleiro ultrapassou ninguém menos que Gilmar e se tornou o segundo maior pegador de pênaltis da história do Timão. A informação foi divulgada em primeira mão pela ESPN.

As defesas dessa quarta-feira, no duelo acontecido na Arena de Itaquera, foram, respectivamente, a 11ª e 12ª do arqueiro com o manto corinthiano. Assim, o camisa 12 deixou para trás o colega de posição Gilmar, bicampeão mundial com a Seleção Brasileira em 1958 e 1952, que, em dez anos no Parque São Jorge, defendeu 11 chutes da marca da cal.

Ficando atrás apenas de Ronaldo Giovanelli, que conta com 24 defesas, Cássio tem, ainda, um segundo motivo a se destacar: dos 12 pênaltis defendidos até hoje, sete foram justamente contra o time do Morumbi. Sobre isso, o goleiro resume: “Não sei se é sorte, coincidência, mas que bom que pude ser feliz. O importante é o Corinthians sair vitorioso.”

Leia também: Briga após o jogo foi provocada por discussão entre auxiliar do Corinthians e dois atletas rivais

Pelo São Paulo, além de Liziero e Diego Souza, as outras vítimas do arqueiro foram as seguintes: Rogério Ceni, em 2013 e 2015, Luís Fabiano, em 2013, Alan Kardec, em 2015, e Araruna, em 2017. Acerca do 'duelo pessoal' com Souza, que já havia levado a pior na Copa Libertadores de 2012, o paredão minimiza.

"Sempre me abordam sobre isso. Não tem nada. É cara super bacana. Trabalhei com ele quando subi da base no Grêmio, cara super bacana mesmo. É mais coisa da imprensa e da torcida também que pega no pé dele quando ele joga aqui."

Completam o quadro de não conversão de penalidades diante do corinthiano: Eduardo da Silva, pelo Flamengo, em 2014; Cícero, pelo Fluminense, em 2015; Léo Ortiz, pelo Internacional, em 2017; Luan, pelo Grêmio, em 2017; e Lucca, pela Ponte Preta, em 2017.

“Não gosto de ver pênaltis antes do jogo. Perde um pouco da concentração no meu ponto de vista, não vejo tanto. Quando acabou o jogo o Mauri me passou algumas coisas, a maioria dos cantos foi ele quem passou, mas às vezes é do feeling. Você vai, sente o canto e vai lá para tentar defender", concluiu.

Confira as sete penalidades do São Paulo defendidas por Cássio

Veja mais em: Cássio, Majestoso, Campeonato Paulista e Ex-jogadores do Corinthians.

Veja Mais:

  • Jadson é vice-artilheiro do Corinthians em 2018, atrás apenas de Rodriguinho

    Corinthians e Jadson estão próximos de negociar renovação contratual

    ver detalhes
  • AMISTOSOS DO CORINTHIANS DURANTE A COPA | #60

    VÍDEO: Amistosos do Corinthians durante a Copa | #60

    ver detalhes
  • Andrés Sanchez mostrou incômodo com postura dos empresários de Balbuena

    Andrés Sanchez critica empresários de Balbuena em entrevista a jornal português

    ver detalhes
  • Timão pode erguer troféu da Liga Ouro já na sexta-feira, na casa do São José

    Corinthians vence batalha com quatro prorrogações e fica a uma vitória do título da Liga Ouro

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes