Goleiro do Palmeiras tem pena reduzida e enfrenta Corinthians na final do Paulista

Goleiro do Palmeiras tem pena reduzida e enfrenta Corinthians na final do Paulista

3.9 mil visualizações 132 comentários Comunicar erro

Jaílson havia levado gancho de três jogos por entrada em Renê; agora, está livre para enfrentar Timão

Jaílson havia levado gancho de três jogos por entrada em Renê; agora, está livre para enfrentar Timão

Foto: Reprodução/TV

O goleiro Jailson, do Palmeiras, está liberado para enfrentar o Corinthians na decisão do Campeonato Paulista, domingo, às 16h, no Allianz Parque. Antes suspenso, o jogador teve pena reduzida pelo Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-SP) em audiência realizada no fim da tarde desta terça-feira, na capital paulista. A informação é do site Globoesporte.com, que acompanhou o julgamento.

Leia também: TJD agenda julgamento de Clayson e Felipe Melo

Inicialmente, Jailson havia sido punido pelo mesmo tribunal com três partidas de ganho pela entrada que deu no volante corinthiano Renê Júnior no clássico disputado em 24 de fevereiro, na Arena Corinthians. Ele deixou as travas da chuteira na perna esquerda de Renê ao tentar evitar o que poderia ser o segundo gol do Timão.

O goleiro palmeirense, vale lembrar, acabou expulso pelo árbitro Raphael Claus e, não satisfeito em ver o colega de profissão sangrando, achou injusta a decisão tomada pelo juiz. Na zona mista da Arena, lamentou a situação e chegou a dizer que “aqui (em Itaquera) não tem como jogar, na dúvida é Corinthians”, insinuando suposto favorecimento da arbitragem ao time da casa.

Análise inicial do TJD

  • artigo 254: praticar jogada violenta – duas partidas de suspensão;
  • artigo 258: atitude contrária à ética ou disciplina – uma partida de suspensão.

Jailson foi desfalque no Palmeiras nas partidas contra São Caetano e Novorizontino. Só não cumpriu o terceiro jogo de suspensão porque o departamento jurídico do clube obteve efeito suspenso da pena, o que permitiu o arqueiro jogar as semifinais do Estadual.

Agora, com vitória por cinco votos a um na audiência desta terça, está livre para encarar o Timão. “O que pegou foi: ficha limpa. Ele é um ficha limpa. No calor do jogo estava um pouco alterado e acabou falando o que falou, ainda mais depois de uma expulsão. Falou um pouco a mais e acabou sendo penalizado. Mas aqui no julgamento do Pleno levantamos que nunca teve problema nenhum, então por que não liberá-lo para uma final de campeonato?”, explicou o delegado Antonio Olim, presidente do TJD.

Veja mais em: Dérbi e Campeonato Paulista.

Veja Mais:

  • Diego Tardelli está há três temporadas no Shandong Luneng

    Corinthians recebe aceno positivo de 'concorrido' Tardelli por retorno ao Brasil

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians lotou Arena para finalíssima da Copa do Brasil

    Salvo padrão Fifa, Arena Corinthians tem seu maior ganho líquido de renda na final da Copa do Brasil

    ver detalhes
  • Cássio falou com o jornalistas na tarde desta sexta-feira no CT do clube

    Cássio critica agente de Pedrinho após postagem: 'As coisas se resolvem aqui, não falando fora'

    ver detalhes
  • Corinthians de Jadson e Henrique flerta com marca do rebaixamento de 2007

    'Pior Corinthians dos últimos cinco anos' já flerta com marca do rebaixamento de 2007

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes