Treinador relembra falta de compromisso de elenco rebaixado com o Corinthians em 2007

Treinador relembra falta de compromisso de elenco rebaixado com o Corinthians em 2007

Por Meu Timão

5.5 mil visualizações 60 comentários Comunicar erro

Zé Augusto (direita) atualmente comanda equipe Sub-15 do Corinthians

Zé Augusto (direita) atualmente comanda equipe Sub-15 do Corinthians

Foto: Reprodução/Facebook

Acostumado a ganhar títulos nas últimas temporadas, o Corinthians viveu um dos piores momentos de sua história há 11 anos. Com péssima campanha, o clube foi rebaixado para a segunda divisão do Brasileirão, em 2007. Durante o competição daquele ano, a diretoria apostou em um interino para tentar mudar o rumo do Timão. José Augusto, hoje técnico do Sub-15 alvinegro, relembra a falta de compromisso que encontrou no vestiário corinthiano.

"Havia jogadores que esperavam terminar o contrato para ir embora. Pela situação interna que a gente vinha e no momento que o clube passava, isso tinha que ficar dentro da gente e não podia expor publicamente. Outros jogadores que não estavam querendo a gente sabia, a diretoria sabia, mas demos um tempo nisso”, contou, em entrevista ao UOL Esporte.

Leia também:
Torcida do Corinthians esgota mais de 40 mil ingressos para treino na Arena
Tatuagem e cabelo do Ronaldo: torcedores do Corinthians fazem promessas antes de Dérbi

Além dos problemas dentro de campo, com uma equipe visivelmente limitada e sem motivação, o treinador teve que lidar com a enorme pressão vindo de fora. Com o clube passando por momento turbulento, a torcida chegou a invadir um dos treinos par agredir o elenco, que teve de se esconder.

"A Gaviões entrou em um sábado com vassouras no treino e os jogadores saíram correndo que nem loucos com medo de ser agredidos", relembra.

Naquela edição do Campeonato Brasileiro, José Augusto comandou a equipe por seis partidas. Foram duas vitórias e quatro derrotas. Na época, inclusive, o treinador admitiu que o clube precisava de um nome mais experiente, abrindo mão do desejo de seguir a carreira como técnico do profissional. Na oportunidade, o Corinthians contratou Nelsinho Baptista, que não conseguiu salvar a equipe do rebaixamento.

Veja mais em: Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Pedrinho (à frente) será titular nesta quarta-feira; Jonathas, opção no banco

    Loss define escalação do Corinthians para decisão contra Chapecoense, mas pode ter baixa

    ver detalhes
  • Ricardo Fischer foi o cestinha da partida com 29 pontos anotados

    Corinthians se impõe no Parque São Jorge e vence a primeira no Paulista de basquete

    ver detalhes
  • Daniel Marcos assinou seu primeiro contrato profissional com o Corinthians

    Ex-Palmeiras, lateral-direito de 16 anos assina contrato profissional com o Corinthians

    ver detalhes
  • Fiel aproveitou o tuíte do Atlético-MG para zoar o time de Minas Gerais

    Torcedores corinthianos veem plágio e zoam Atlético-MG em rede social

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes