Carille vê treino aberto como combustível, mas faz alerta sobre postura do Corinthians em Dérbi

Carille vê treino aberto como combustível, mas faz alerta sobre postura do Corinthians em Dérbi

Por Meu Timão, na Arena Corinthians

2.6 mil visualizações 22 comentários Comunicar erro

Carille elogia presença da torcida em treino na Arena, mas nega 'pressa' do Corinthians em Dérbi

Carille elogia presença da torcida em treino na Arena, mas nega 'pressa' do Corinthians em Dérbi

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

"É um combustível enorme, infelizmente não poderão estar lá. Acrescenta bastante para nossa busca pelo título."

A fala acima foi pronunciada pelo técnico Fábio Carille, em entrevista coletiva concedida na noite desta sexta-feira, e diz respeito ao treino do Corinthians aberto à torcida, na Arena, dois dias antes da finalíssima contra o Palmeiras, pelo Campeonato Paulista. As equipes duelam domingo no Allianz Parque.

Leia também:
Carille aposta em 'medalhões' e evita se animar com retrospecto corinthiano na casa do Palmeiras
Jadson e Rodriguinho são confirmados no Corinthians, mas Carille despista sobre escalação

Na análise de Carille, além de combustível para seus jogadores, a presença da torcida em Itaquera para apoiar a equipe num treino é também símbolo de paz.

"A ideia é estar cada vez mais próximo dos torcedores, isso é importante. Foi feito ano passado, queremos fazer mais. Muito se falou da briga de Paulo Nunes e Edílson, me passaram que tiveram programas (de televisão) que falaram mais das confusões no Dérbi do que a vitória do Palmeiras. É importante mudar isso, para que a gente tenha mais paz. Sabemos da importância da nossa torcida, infelizmente eles não estarão lá, mas esse treino irá nos dar força", analisou o treinador corinthiano.

Engana-se, no entanto, quem pensa que o Corinthians entrará em campo acelerado por conta do "empurrãozinho" dado pela Fiel. Ao ser questionado sobre a postura da equipe diante do arquirrival, na casa palmeirense, precisando vencer para conquistar o título, Carille sinalizou que o Timão manterá postura de frieza até os momentos finais da partida.

"Em clássicos assim, decisões, toda vantagem é importante. Mas é o mínimo, um gol de diferente, a gente não pode se atirar, porque se toma um gol é pior. Não tempos que ir lá para desespero, só nos minutos finais, quando podemos fazer algo diferente. Até então, faremos um jogo inteligente lá dentro", explicou.

Como perdeu o jogo de ida por 1 a 0, o Corinthians precisa vencer o Palmeiras na finalíssima por dois ou mais gols de diferença para sair do Allianz Parque com o título ainda no tempo regulamentar. Um triunfo por um tento de diferença leva a decisão para os pênaltis.

Veja mais em: Fábio Carille, Arena Corinthians, Treino do Corinthians, Dérbi e Campeonato Paulista.

Veja Mais:

  • Roger marcou o segundo gol corinthiano no duelo deste domingo

    Corinthians vira nos acréscimos, mas ainda leva gol de empate e tropeça no Vitória

    ver detalhes
  • Corinthians empatou com o Vitória em 2 a 2 nesta rodada

    Concorrentes tropeçam, e Corinthians abre leve distância para Z4; veja classificação

    ver detalhes
  • Ralf foi eleito craque da partida no entendimento dos torcedores do Corinthians

    Veteranos são eleitos 'craques' do Corinthians no Barradão; Avelar beira nota zero

    ver detalhes
  • Jadson foi autor do primeiro gol do Corinthians contra o Vitória, em Salvador

    Jadson reconhece situação desconfortável do Corinthians no Brasileiro e lamenta 'gols dados'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes