'Muito difícil', diz presidente do TJD sobre impugnação de final; julgamento está marcado

'Muito difícil', diz presidente do TJD sobre impugnação de final; julgamento está marcado

Por Meu Timão

8.1 mil visualizações 114 comentários Comunicar erro

Juiz voltou atrás após marcar pênalti de Ralf; volante toca na bola

Juiz voltou atrás após marcar pênalti de Ralf; volante toca na bola

Reprodução/TV

O Campeonato Paulista já acabou há três dias, mas segue rendendo pano para a manga nos bastidores. Depois de vídeo publicado pelo Palmeiras com pedido de anulação da final que deu o título ao Corinthians, o TJD marcou o julgamento para discutir todo o ocorrido no Allianz Parque. A reivindicação alviverde é de que houve interferência externa no lance em que o juiz Marcelo Aparecido de Souza volta atrás em pênalti marcado sobre Dudu.

"Ninguém (fora árbitros e delegado da partida) pode ter nenhuma conversa ali (em campo). Do jeito que está essa confusão toda, vão ter que se explicar. Falar o que conversaram entre eles e se falaram usando o rádio. Vamos chamar todos para saber o que falaram. Tudo vai ser colocado, investigado, e com a maior transparência vai ser mostrado para a imprensa. O julgamento será no dia 23 de abril", disse, Antonio Olim, presidente do Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo, ao SporTV.

Leia também:
Palmeiras alega interferência externa e pede anulação de título do Corinthians
Rosenberg previu título do Corinthians nos pênaltis: 'Silêncio sepulcral no Chiqueiro'

Durante o julgamento, então, todas as partes envolvidas na polêmica darão suas versões sobre o que aconteceu dentro de campo e o que falaram por rádio. Mesmo com o processo judicial, o mandatário do TJD não acredita na impugnação pedida pelo Palmeiras.

"Está dando toda essa polêmica aí, o Palmeiras está se defendendo. Num belo campeonato, acaba acontecendo isso. Eu não acredito que venha a ter a impugnação da partida. Vai depender do que cada um falou, juntar tudo o que aconteceu, investigar e passar para o procurador", afirmou.

"O inadmissível é deixar chegar ao ponto que chegou. Não dá para saber. Impugnação do jogo é muito difícil, vão explicar porque (a decisão) demorou", completou.

Veja mais em: Dérbi e Campeonato Paulista.

Veja Mais:

  • Sornoza será jogador do Corinthians em 2019, salvo improvável problema médico

    Sornoza agenda exames e deve assinar com Corinthians nesta quarta

    ver detalhes
  • Fiel aprova negociações com trio que pode chegar ao Timão para o ano que vem

    Fiel opina sobre jogadores que ainda podem chegar ao Corinthians para 2019

    ver detalhes
  • Em 2017, Timão caiu nas oitavas da Sul-Americana para mesmo o Racing

    Conmebol sorteia primeira fase da Copa Sul-Americana, e Corinthians revê Racing

    ver detalhes
  • Alessandro projetou chegada de mais reforços ao Corinthians

    Sornoza, Luan e Uendel: Alessandro atualiza situação do Corinthians no mercado da bola

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes