Maycon prioriza Corinthians, mas admite esperar novidades de negociação

Maycon prioriza Corinthians, mas admite esperar novidades de negociação

Por Lucas Faraldo e Rodrigo Vessoni, no CT Joaquim Grava

4.5 mil visualizações 64 comentários Comunicar erro

Maycon falou sobre possibilidade de deixar o Corinthians

Maycon falou sobre possibilidade de deixar o Corinthians

Foto: Rodrigo Vessoni/Meu Timão

Entre aqueles jogadores bicampeões paulistas pelo Corinthians, ao menos um jogador pode estar com os dias contados em solo brasileiro. Por mais que aponte o Timão como sua prioridade, o volante Maycon, de 20 anos de idade, admite estar à espera de novidades sobre as negociações envolvendo a diretoria alvinegra, seus representantes e clubes interessados.

Em entrevista concedida nesta quarta-feira no CT Joaquim Grava, Maycon foi questionado primeiramente se são verídicas as informações de que exames médicos já teriam sido feitos a pedido do Shakhtar Donetsk, da Ucrânia – clube que tem conversas avançadas pela contratação do jovem corinthiano desde o início do ano.

"Como o clube (Corinthians) já soltou a nota, eles estão conversando. Mas não fiz nenhum exame médico, são coisas que soltam que nem sempre é verdade. Estou esperando uma resposta deles para, aí sim, pensar em mim. Como sempre falo, para eu sair tem que ser muito bom para o clube, que é minha prioridade", explicou.

Leia também: Dois, três, quatro, sete... até oito! Jogadores do atual elenco empilham taças no Corinthians

Maycon também aproveitou o assunto para descartar a possibilidade de forçar uma saída neste momento da carreira. Assim, caso o Corinthians não queira vendê-lo, o volante promete aceitar a decisão da diretoria e seguir fazendo seu trabalho com a camisa alvinegra.

"Forçada jamais. Sou muito jovem. Tem muitas coisas para acontecer. Se não for agora, pode ser depois. E se for agora, tenho que estar preparado porque são coisas que tenho que almejar também. Mas como falei, primeiramente tem que ser bom para o Corinthians. Se for bom para o clube e para mim não, acredito que o clube vai respeitar também. Vamos ver o que vai acontecer", pontuou.

Clube formador de Maycon, o Corinthians detém 80% dos direitos econômicos do atleta. Havia expectativa, no último mês de fevereiro, em torno da chegada de uma proposta do Shakhtar Donetsk na casa dos 6 milhões de euros (em torno de R$ 24 milhões). A papelada não foi encaminhada pelos ucranianos e o volante se firmou na equipe de Fábio Carille, tendo se tornado peça importante no título paulista conquistado no último domingo.

"Por eu ter ficado, fiquei muito tranquilo e feliz, aqui é minha casa. Se não for agora, se for em dezembro, no ano que vem ou depois, vou estar bem tranquilo. Tenho contrato longo, não tem porque ficar cabisbaixo. É só alegria, estou feliz, jogando bem e conquistando títulos. Ano passado tive uma queda e fui para o banco, mas esse ano consegui engatar bons jogos de novo. Tenho que focar no meu trabalho e não pensar fora do campo, já que o Corinthians me dá toda estrutura para que eu possa evoluir", finalizou.

Veja mais em: Maycon e Mercado da bola.

Veja Mais:

  • Marcelo Aparecido de Souza foi pressionado por jogadores e torcedores no Allianz Parque

    STJD aceita pedido e vai julgar em outra sessão mérito que pode melar título paulista do Corinthians

    ver detalhes
  • Dupla voltou de Chapecó com problemas físicos e pode se tornar baixa

    Dupla será reavaliada e pode se juntar a Cássio como desfalque para Corinthians no sábado

    ver detalhes
  • Guilherme Castellani assinou com o Timão até o fim de 2020

    Goleiro da equipe Sub-20 assina primeiro contrato profissional com o Corinthians

    ver detalhes
  • Henrique quer Corinthians bem no Brasileirão até o embate pela Libertadores

    Em desembarque, Henrique fala em 'virar a chave' para se aproximar dos líderes no Brasileirão

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes