Tradição continental, origem em comum e boa fase: conheça o adversário do Timão nesta quarta

Tradição continental, origem em comum e boa fase: conheça o adversário do Timão nesta quarta

8.3 mil visualizações 68 comentários Comunicar erro

Equipe bateu o Boca Juniors diante da sua torcida no último domingo

Equipe bateu o Boca Juniors diante da sua torcida no último domingo

Divulgação/Independiente

Com quatro pontos conquistados nas duas primeiras rodadas, o Corinthians sabe que o duelo contra o Independiente, fora de casa, pode ser essencial para uma classificação tranquila na Libertadores. A partida contra os argentinos se aproxima e desperta o lado curioso da Fiel, que vasculha tudo que pode sobre o adversário alvinegro na internet.

Pensando nisso, o Meu Timão preparou um apanhado com as principais informações do atual campeão da Copa Sul-Americana. A partida, vale lembrar, está marcada para essa quarta-feira, às 21h45, no estádio Libertadores de Américam em Buenos Aires, na Argentina.

Tradição de sobra

Clube conquistou Copa Sul-Americana em 2017

Clube conquistou Copa Sul-Americana em 2017

Divulgação/Independiente

Ao contrário da última rodada, em que enfrentou um dos times mais novos da atual edição da
competição continental, o Corinthians agora enfrenta um multicampeão. O maior deles, inclusive. O Club Atlético Independiente já conquistou a Libertadores sete vezes - mais do que qualquer outro clube na história. A tradição é tão grande que o estádio do "Rojo", como é apelidado, leva o nome do torneio.

Em território nacional, também coleciona taças. São 16 Campeonatos Argentinos e seis Copas da Argentina. O último título internacional do clube, vale ressaltar, foi a Copa Sul-Americana do ano passado, vencida diante do Flamengo - foi a segunda do Independiente.

Mesmas origens

Clube inglês foi inspiração para uniforme do Independiente

Clube inglês foi inspiração para uniforme do Independiente

Divulgação/Nottingham Forest

País que deu origem ao futebol, a Inglaterra influencia uma série de clubes pelo mundo. O
Corinthians, por exemplo, teve como inspiração para sua fundação o Corinthian-Casuals, que hoje disputa as divisões inferiores do país europeu.

O Independiente, adversário dessa quarta-feira, também tem raízes no Reino Unido. Conhecido como Rojo (vermelho em espanhol), o clube argentino adotou as cores em homenagem ao Nottingham Forest, equipe que disputa a segunda divisão inglesa, mas que acumula dois títulos europeus e uma grande tradição no país.

Panorama atual

Equipe vem de vitória em clássico contra o Boca Juniors

Equipe vem de vitória em clássico contra o Boca Juniors

Reprodução/Twitter

Com calendário diferente do Brasil, o Independiente já tem voltado suas atenções ao torneio nacional nas últimas rodadas - ao contrário do Corinthians, que só estreou no Brasileirão no último domingo. E o momento dos argentinos é bom. São duas vitórias importantes nas duas últimas partidas - contra o Talleres, fora de casa, e a mais recente, diante do Boca Juniors, em seus domínios.

Leia também:
Carille vê pressão diante do Independiente inferior à do clássico com Palmeiras
Independiente vence último jogo antes de encarar o Corinthians, mas perde jogador importante

Antes dos triunfos, no entanto, o a equipe comandada pelo técnico Ariel Holan vinha de duas derrotas em casa. Primeiro, perdeu por 2 a 0 para o Atlético Tucumán, depois, viu o San Lorenzo vencer em pleno Libertadores de América com o placar mínimo de 1 a 0.

Até o momento, o Independiente ocupa a quarta colocação do Campeonato Argentino, com 42 pontos conquistados - 12 vitórias, seis empates e cinco derrotas. Na Libertadores, por sua vez, soma três pontos em duas partidas.

Como joga

No comando do Independiente desde o início de 2017, Ariel Holan tem um estilo de jogo bastante consolidado na equipe argentina. Apesar disso, também se destaca pela variedade de estratégias utilizadas dentro de uma partida. Falando em formação, o time se posta em um 4-2-3-1 bem definido, que acaba se tornando duas sólidas linhas de quatro na hora de se defender - imagem abaixo.

Equipe muito bem postado no momento defensivo

Equipe muito bem postada no momento defensivo

Reprodução/TV

Mesmo com a compactação sem bola, a tendência é que o time não se contente em contra-atacar o Corinthians. Pela necessidade do resultado e, claro, por estar diante da torcida, espera-se um Independiente propondo o jogo, muito apoiado nas investidas de seus laterais, que fazem fortes dobradinhas com os pontas.

Mesmo se comportando de maneira mais ofensiva, é normal que o time de Holan surpreenda com bons contra-ataques. Diante do Boca Juniors na última rodada, sobraram lances em que o time chegou ao ataque com três ou quatro toques depois de repor a bola. Nesse sentido, vale destacar o pivô Gigliotti, atacante de extrema imposição física e extremamente importante para concluir as jogadas de linha de fundo e fazer as paredes para possibilitar a chegada de quem vem de trás.

Leia também: Descartado pelo Corinthians, camisa 9 do Independiente tem números à la Rodriguinho

Quem deve jogar: Campaña; Britez, Franco, Figal e Gastón Silva; Torito Rodriguez (Gaibor) e Domingo; Meza, Benítez e Fernández (Miño); Gigliotti.

Veja mais em: Libertadores da América.

Veja Mais:

  • Corinthians é o atual vice-campeão da Copa do Brasil

    Com dez possibilidades, Corinthians conhece nesta quinta primeiro rival da Copa do Brasil-2019

    ver detalhes
  • Corinthians de Fábio Carille deve chegar reforçado para temporada de 2019

    Retorno de Carille turbina padrão do Corinthians no mercado da bola; veja listas e compare

    ver detalhes
  • Ramiro tem 25 anos e estava no Grêmio desde 2013

    Negócio entre Corinthians e Ramiro é detalhado por presidente do Grêmio: 'Estamos amarrados'

    ver detalhes
  • Castan negou estar preocupado com competitividade do elenco do Vasco para 2019

    Alvo do Corinthians, Leandro Castan nega preocupação com formação de elenco do Vasco

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes