Ex-presidente da CBF, Del Nero é banido para sempre do futebol; leia comunicado da Fifa

Ex-presidente da CBF, Del Nero é banido para sempre do futebol; leia comunicado da Fifa

Por Meu Timão

15 mil visualizações 190 comentários Comunicar erro

Ex-presidente da CBF, Marco Polo Del Nero está banido para sempre do futebol

Ex-presidente da CBF, Marco Polo Del Nero está banido para sempre do futebol

Foto: Rafael Ribeiro / CBF

Conselheiro vitalício do Palmeiras e ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Marco Polo Del Nero foi banido para sempre de atividades ligadas ao esporte bretão. A decisão foi tomada pela Fifa e anunciada nesta sexta-feira por meio de um comunicado oficial da entidade suíça. O ex-dirigente também já foi notificado.

Del Nero foi considerado culpado após investigação de corrupção por recebimento de propina na venda de direitos de transmissões de competições. Além do afastamento vitalício do futebol, o ex-presidente da CBF foi multado pela Fifa em 1 milhão de francos suíços (cerca de R$ 3,5 milhões).

No fim de 2015, Del Nero e outros dirigentes ligados a confederações das Américas foram acusados de integrar esquema criminoso em contratos televisivos. O então presidente da CBF voltou às pressas da Suíça para o Brasil. O ex-mandatário José Maria Marin foi detido em solo suíço e depois transferido para uma prisão nos Estados Unidos.

Com relação ao banimento do futebol, ele já estava cumprindo suspensão preventiva imposta pela Fifa. No último mês de dezembro, foi suspenso provisoriamente por 90 dias - punição estendida por mais 45 dias em fevereiro. Enquanto isso, a Comissão de Ética da Fifa finalizada suas investigações sobre Del Nero.

Em tempo: um dos aliados de Del Nero nos bastidores da CBF, Rogério Caboclo foi escolhido na semana passada novo presidente da entidade que comanda o futebol brasileiro. Corinthians, Flamengo e Atlético-PR foram os únicos clubes contrários à eleição do executivo. Na ocasião, Andrés Sanchez disse temer represálias futuras ao Timão.

Confira abaixo o comunicado da Fifa

A câmara adjudicatória do Comitê de Ética independente baniu por toda a vida o Sr. Marco Polo Nero, presidente da confederação brasileira (CBF), de todas as atividades relacionadas ao futebol (administrativas, esportivas ou qualquer outra), tanto em nível nacional quanto internacional.

A investigação contra o Sr. Del Nero foi aberta em 23 de novembro de 2015 e refere-se, "inter alia", a esquemas em que ele recebeu subornos em troca de seu cargo na concessão de contratos para empresas para os direitos de mídia e marketing de vários torneios de futebol, incluindo a Copa América, a Copa Libertadores da América e a Copa do Brasil.

A câmara adjudicatória concordou com as recomendações da câmara de investigação e considerou o Sr. Del Nero culpado de ter violado o art. 21 (Suborno e corrupção), art. 20 (Oferecer e aceitar presentes e outros benefícios), art. 19 (Conflitos de interesse), art. 15 (lealdade) e art. 13 (Regras gerais de conduta) do Código de Ética da FIFA.

Como consequência, o Sr. Del Nero está banido por toda a vida de todas as atividades relacionadas ao futebol (administrativa, esportiva ou qualquer outra), tanto a nível nacional e internacional. Além disso, uma multa no valor de 1 milhão de francos suíços foi imposta a Del Nero.

A decisão foi notificada a Del Nero hoje, e a proibição entrou em vigor imediatamente após a notificação.

Veja mais em: Fatos marcantes.

Veja Mais:

  • Roger marcou o segundo gol corinthiano no duelo deste domingo

    Corinthians vira nos acréscimos, mas ainda leva gol de empate e tropeça no Vitória

    ver detalhes
  • Corinthians empatou com o Vitória em 2 a 2 nesta rodada

    Concorrentes tropeçam, e Corinthians abre leve distância para Z4; veja classificação

    ver detalhes
  • Ralf foi eleito craque da partida no entendimento dos torcedores do Corinthians

    Veteranos são eleitos 'craques' do Corinthians no Barradão; Avelar beira nota zero

    ver detalhes
  • Jadson foi autor do primeiro gol do Corinthians contra o Vitória, em Salvador

    Jadson reconhece situação desconfortável do Corinthians no Brasileiro e lamenta 'gols dados'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes