Diego brilha, Corinthians passa por Flamengo nos pênaltis e garante semi da Copa do Brasil Sub-20

Diego brilha, Corinthians passa por Flamengo nos pênaltis e garante semi da Copa do Brasil Sub-20

73 mil visualizações 139 comentários Comunicar erro

Diego defendeu dois pênaltis e ajudou o Corinthians a garantir a vaga nas semis

Diego defendeu dois pênaltis e ajudou o Corinthians a garantir a vaga nas semis

Foto: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

O Corinthians entrou em campo na tarde desta terça-feira para disputar uma inédita vaga nas semifinais da Copa do Brasil Sub-20. O Timão visitou o Flamengo, no estádio da Gávea, e garantiu a classificação. Com gols de Rafinha e Vitinho, a equipe venceu no tempo normal por 2 a 1 - Pablo descontou para os donos da casa. Nos pênaltis, o placar ficou em 3 a 2, com direito a duas ótimas defesas de Diego.

A tarefa não era simples: o Flamengo venceu o primeiro jogo, em Bragança Paulista, com mando do Corinthians, por 2 a 1. A competição não tinha como critério de desempate gols marcados fora de casa, então, só a vitória interessava ao Timão.

E a equipe de Dyego Coelho fez a lição de casa nos 90 minutos. O Corinthians foi melhor em campo durante toda a partida, impondo seu ritmo e criando mais oportunidades. O resultado foi a cara do Timão: gol nos minutos finais para garantir a decisão nos pênaltis.

Nas penalidades, brilhou a estrela do goleiro Diego. O camisa 1 defendeu duas cobranças e garantiu a vaga inédita do Timão na semifinal. Até então, o melhor desempenho alvinegro na competição nacional havia sido justamente a vaga nas quartas nessa edição.

O Corinthians agora aguarda o vencedor do confronto entre Ponte Preta e Botafogo-RJ. O primeiro jogo terminou em 1 a 0 para a equipe carioca. O segundo e decisivo está marcado para quinta-feira, dia 3, às 15h, em Campinas.

Como foi o jogo, Meu Timão?

A primeira grande chance foi para os donos da casa. Logo aos quatro minutos, Klebinho recebeu na direita e cruzou rasteiro. Vitor Gabriel, sozinho, não chegou na bola e ainda viu, na sobra, Bill cruzar de volta para a área e a zaga do Timão desviar o perigo.

Apesar do susto, foi o Corinthians que jogou melhor nos primeiros 45 minutos. Aos 15, Bilu recebeu boa bola, cortou para a perna esquerda e bateu forte. A finalização, no entanto, passou por cima do gol da equipe carioca. Alguns minutos depois, Nathan fez boa jogada, rolou para Oya e viu Matheus Dantas se esticar e tirar a bola encerrando o ataque do Timão.

As duas oportunidades foram as melhores da equipe alvinegra no primeiro tempo. Apesar de um melhor desempenho, o Corinthians não conseguiu converter as boas jogadas em tentativas válidas contra o gol de Gabriel Batista.

Na saída para o intervalo, o camisa 10 Fabricio Oya falou sobre o domínio alvinegro na primeira etapa, mas reforçou o respeito pelos donos da casa. "Nós começamos bem, impomos o jogo do Corinthians. Mas também temos que respeitar a equipe do Flamengo. Vamos voltar para o segundo tempo, tentar impor nosso ritmo e sair com o resultado positivo".

A ideia de Oya foi bem sentida pela equipe logo no início do segundo tempo. Antes dos cinco minutos, o Corinthians teve duas grandes chances. Primeiro foi o próprio camisa 10 que acertou um belo chute da entrada da área e fez Gabriel Batista se esticar todo para espalmar para escanteio. Na sequência, Wesley chutou e a bola parou na trave. No rebote, Renan Areias chutou firme e Gabriel Batista espalmou para frente. Na terceira tentativa, foi Nathan que dividiu com o goleiro, mas mandou a bola para fora.

Mas, apesar do forte início, foi o Flamengo que abriu o placar do jogo. Aos nove minutos, em jogada de contra-ataque, Pepê tocou para Pablo. O lateral saiu sozinho, na cara de Diego, e tocou rasteiro, por baixo das pernas. 1 a 0 para os donos da casa.

O Corinthians, no entanto, não sentiu o gol adversário. Aos 16 minutos, Rafinha recebeu lançamento, deu uma boa arrancada e tocou na saída de Gabriel Batista. O goleiro carioca ainda tocou de leve na bola, mas não evitou o gol alvinegro. 1 a 1.

Após o gol, a partida se equilibrou e o Flamengo passou a ter mais posse de bola. No finalzinho, aos 40 minutos, em cobrança de falta, Oya mandou a bola na direção do gol, mas Gabriel Batista fez uma bela defesa. Dois minutos depois, Vitinho, que entrou no lugar de Rafinha, recebeu bom lançamento, ficou cara a cara com o goleiro e mandou a bola para o fundo do gol. 2 a 1 para o Timão!

Com isso, a partida foi para a decisão nos pênaltis.

E as penalidades?

Flamengo: Wendel e Vitor Ricardo (acertaram)
Yuri, Gabriel Batista e Wesley (erraram)

Corinthians: Samuel, Lucas Pires e Bilu (acertaram)
Fabricio Oya e Carlos Augusto (erraram)

Confere as escalações aí!

Flamengo: Gabriel Batista, Wesley, Aderlan, Matheus Dantas (Gabriel Magalhães) e Pablo; Gabriel Kazu (Matheus Alves); Klebinho (Vitor Ricardo) e Pepê (Yuri); Luiz Henrique, Vitor Gabriel e Bill (Wendel). Técnico: Marcio Torres.
Cartões amarelos: Wesley, Aderlan, Vitor Gabriel, Gabriel Magalhães e Matheus Alves.
Cartão vermelho: Luiz Henrique.

Corinthians: Diego; Samuel, João, Ronald e Carlos Augusto; Renan Areias (William) e Roni (Lucas Pires); Rafinha (Vitinho), Fabricio Oya e Bilu; Nathan. Técnico: Dyego Coelho.
Cartões amarelos: Rafinha e Vitinho.

Veja mais em: Base do Corinthians e Corinthians Sub-20.

Veja Mais:

  • Diego Tardelli está há três temporadas no Shandong Luneng

    Corinthians recebe aceno positivo de 'concorrido' Tardelli por retorno ao Brasil

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians lotou Arena para finalíssima da Copa do Brasil

    Salvo padrão Fifa, Arena Corinthians tem seu maior ganho líquido de renda na final da Copa do Brasil

    ver detalhes
  • Cássio falou com o jornalistas na tarde desta sexta-feira no CT do clube

    Cássio critica agente de Pedrinho após postagem: 'As coisas se resolvem aqui, não falando fora'

    ver detalhes
  • Corinthians de Jadson e Henrique flerta com marca do rebaixamento de 2007

    'Pior Corinthians dos últimos cinco anos' já flerta com marca do rebaixamento de 2007

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes