Andrés Sanchez fala sobre reforços e promete pagar Arena Corinthians em 12 anos

Andrés Sanchez fala sobre reforços e promete pagar Arena Corinthians em 12 anos

Por Meu Timão

57 mil visualizações 319 comentários Comunicar erro

Andrés Sanchez falou sobre a nova política de reforços no Corinthians

Andrés Sanchez falou sobre a nova política de reforços no Corinthians

Rodrigo Vessoni / Meu Timão

O presidente Andrés Sanchez abordou dois assuntos que interessam aos torcedores do Corinthians em entrevista ao programa Seleção, do canal SporTV, na tarde desta terça-feira. O mandatário, entre outros temas, falou sobre sua política de reforços para o time e sobre as dívidas referentes à Arena Corinthians.

Sobre possíveis contratações, Sanchez deixou claro que não pretende trazer jogadores consagrados para o elenco do Timão.

"Já chegou o Roger. Aí já falaram que (o Corinthians) não precisa mais de um 9. Antes precisava, aí contratou o Roger, e o time está bem, não precisava. Estamos investindo. A minha política de investimento é outra. Não quero jogador consagrado. Já contratamos seis garotos que têm futuro para crescer. Quando contratei Paulinho e Ralf, todo mundo reclamava", explicou o mandatário.

Além de Roger, o Corinthians acertou nos últimos dias com o volante Thiaguinho e o meia Bruno Xavier, ambos vindo do Nacional-SP - o primeiro, aliás, pode receber chance na equipe de Carille por conta das recentes lesões de Ralf e Renê Júnior.

Já sobre a Arena Corinthians, Andrés foi mais detalhista. O presidente atualizou o valor atual da dívida do clube por conta do estádio alvinegro. Ele também prometeu que o Timão eliminará esse custo em 12 anos.

"Tem um problema que começou comigo. Não é um problema, mas sim uma solução, mas que é um problema até se resolver . É o estádio. O Corinthians deve hoje, com tudo, R$ 1,187 bilhão para a Caixa e para Odebrecht. O estádio custou R$ 985 milhões. Pegamos dinheiro do BNDES. O Fundo pegou e a Caixa é repassadora e depois a Odebrecht colocou mais R$ 500 milhões", explicou o presidente.

Leia também: Brasileiro? Copa do Brasil? Liberta? Presidente do Corinthians enumera prioridades do Corinthians

"Temos R$ 480 milhões de CID e agora vai entrar na segunda instância e vamos começar a vender. Ganhamos na Justiça. Tem que ser pago em 12 anos. Nós pagamos R$ 6 milhões por mês, mas vendendo o CID você tem 45%, 50% (do valor do estádio). O pagamento está em dia e em 60 dias vamos refazer o acordo inteiro. Com certeza (o estádio estará pago o estádio em doze anos)”, finalizou Andrés.

Veja mais em: Andrés Sanchez, Arena Corinthians e Mercado da bola.

Veja Mais:

  • Corinthians fica apenas no empate por 1 a 1 com o Avaí

    Corinthians joga mal, fica apenas no empate com Avaí e perde chance de entrar no G4 do Brasileirão

    ver detalhes
  • Vagner Love provocou expulsão de Betão durante o segundo tempo do duelo com Avaí

    Corinthians perde chance de entrar no G4, mas ganha uma posição no Brasileirão; veja tabela

    ver detalhes
  • Vagner Love marcou o gol de empate do Corinthians nos minutos finais

    Love 'se salva' em noite de avaliações ruins da Fiel; trio corinthiano beira nota mínima

    ver detalhes
  • Carille disse que teve que poupar jogadores pensando no duelo com o Fluminense

    Carille já fala sobre planejamento contra o Fluminense e não garante Pedrinho em decisão

    ver detalhes

Comente a notícia: