Armador do Corinthians reforça foco 'jogo a jogo' na busca por classificação na Liga Ouro

Armador do Corinthians reforça foco 'jogo a jogo' na busca por classificação na Liga Ouro

1.2 mil visualizações 17 comentários Comunicar erro

O armador Gemadinha analisou a vitória do Corinthians sobre o Cerrado, desta terça

O armador Gemadinha analisou a vitória do Corinthians sobre o Cerrado, desta terça

Foto: Thaina Barros / Meu Timão

Na noite desta terça-feira, a equipe de basquete masculino do Corinthians conquistou sua 11º vitória pela Liga Ouro de 2018. O time do técnico Bruno Savignani bateu o Cerrado por 90 a 55, no Ginásio Wlamir Marques, no Parque São Jorge, e se manteve na liderança do torneio.

A partida foi a primeira de uma sequência de três duelos em casa, na busca do Corinthians pela classificação direto nos playoffs (semifinais) da Liga Ouro. Para o armador Luis Fernando, o Gemadinha, a equipe soube se posicionar como mandante para garantir a vitória.

"Tivemos uma proposta lá nos vestiários de ter um jogo por vez, para a gente alcançar os playoffs e ter a vantagem em casa. O primeiro tempo entramos muito apáticos. Mudamos a postura no segundo e entramos firmes na defesa, conseguimos abrir o jogo e ficou mais fácil para a gente", analisou o armador. A filosofia "jogo a jogo" já havia sido apontada pelo técnico Bruno Savignani, no último treino antes do duelo contra o Cerrado.

Leia também: Corinthians sobra em quadra, vence Cerrado e mantém liderança na Liga Ouro

Líder isolado, com 24 pontos, o Corinthians soma 11 vitórias e apenas duas derrotas na Liga Ouro. O vice-líder São José está na cola, com 23 pontos marcados. Vale destacar que o primeiro e o segundo colocado da tabela conquistam a classificação antecipada para as semifinais do torneio nacional.

Gemadinha foi um dos destaques da partida, com dez pontos marcados. Ao lado do armador, estão os alas norte-americanos Reggie Larry e Brandon Davis, com 18 e 14 pontos somados no duelo, além de Schneider e Humberto, com 13 cada.

O armador, inclusive, explicou a origem do apelido que carrega na camisa corinthiana. "Eu sou de Limeira (município de São Paulo) e meu pai é conhecido por lá como Gemada. Nem ele sabe explicar o porquê, mas pegou o apelido para ele. Então, naturalmente eu fiquei como Gemadinha", disse o jogador de 21 anos.

O Timão volta a estar em quadra já nesta quinta-feira, diante do Brasília Búfalos, também no Parque São Jorge. O embate tem início às 20h (de Brasília), com entrada gratuita para os torcedores. A Liga Ouro dá acesso para o Novo Basquete Brasil (NBB), principal competição de basquete do país e maior objetivo do Corinthians nesta temporada.

Veja mais em: Basquete e Parque São Jorge.

Veja Mais:

  • Gustavinho é arma do Corinthians para surpreender São José e abrir margem pelo título

    Corinthians visita o São José pelo jogo três das finais da Liga Ouro

    ver detalhes
  • Léo Príncipe esteve perto de acertar com Vitória de Setúbal, de Portugal

    Portugueses desistem de empréstimo e adiam saída de Léo Príncipe do Corinthians

    ver detalhes
  • Marcello Deverlan (à esq.) durante treino com profissionais no CT Joaquim Grava

    De contrato renovado, zagueiro da base do Corinthians obtém cidadania portuguesa

    ver detalhes
  • Danilo Avelar realizou exames na tarde desta terça-feira em São Paulo

    Danilo Avelar é aprovado em exames e já fala como reforço do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes