Carille lamenta desatenção do Corinthians contra Independiente: 'Pagamos por isso'

Carille lamenta desatenção do Corinthians contra Independiente: 'Pagamos por isso'

Por Thaina Barros e Rodrigo Vessoni, na Arena Corinthians

1.8 mil visualizações 64 comentários Comunicar erro

Carille apontou a atuação do Corinthians na derrota de 2 a 1 contra o Independiente

Carille apontou a atuação do Corinthians na derrota de 2 a 1 contra o Independiente

Foto: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

Na noite desta terça-feira, o Corinthians amargou sua primeira derrota na Copa Libertadores da América de 2018. A equipe viu o Independiente, da Argentina, levar a melhor pelo placar de 2 a 1, em plena Arena em Itaquera, pela quarta rodada da fase de grupos do torneio continental.

O rival argentino abriu o placar logo no primeiro minuto de jogo e aumentou ainda na etapa inicial, com um gol contra do corinthiano Ángel Romero. O Corinthians diminuiu com Jadson, aos 31 minutos, mas não evitou a derrota. Para o técnico Fábio Carille, a desorganização alvinegra foi crucial para o resultado.

"É do nosso DNA estar ligado, entramos muito abaixo e pagamos por isso. Equipe deles muito concentrada, devíamos ter igualado. Tiveram chances de fazer o terceiro, até o quarto, jogando no nosso erro e entrando na nossa área. É algo que temos de corrigir, tem de estar organizado e concentrado os 90 minutos", disse Carille.

"Lição a gente tira de todos os jogos, sempre tem de estar aprendendo. Hoje, a prova foi que teríamos de estar mais ligados, concentrados, mas todos os jogos são avaliados, independentemente do resultado", completou o treinador.

Leia também:
Sheik publica texto em rede social após expulsão na Libertadores: 'Cometi um erro'
Corinthians ainda é líder? Veja como fica o grupo 7 da Libertadores após derrota na Arena
Torcedor atira copo no gramado, causa revolta e é retirado por seguranças na Arena Corinthians

Com a vantagem na mão, o Independiente apelou para a famosa "cera". A equipe argentina gastou minutos em substituições, simulações de falta e até reclamações para a arbitragem. Carille viu a reação rival como previstas, principalmente, pela passividade do árbitro peruano Victor Hugo Carrillo.

"As equipes da Argentina sempre fazem isso (cera), ainda mais quando o juiz deixa. Taticamente, tudo que aconteceu no jogo era esperado, programado, não teve nenhuma surpresa para nós. Tudo que aconteceu no jogo era esperado. Eles fizeram 14 jogos fora no Campeonato Argentino, com nove vitórias, cinco empates e só uma derrota. Hoje foi a questão da concentração, não que o adversário surpreendeu. Poderíamos ter tido um início melhor", finalizou.

O Corinthians volta a campo neste domingo, às 11h (de Brasília), pela disputa do Campeonato Brasileiro. A partida será contra o Ceará, novamente na Arena, em Itaquera.

Veja mais em: Fábio Carille, Libertadores da América e Arena Corinthians.

Veja Mais:

  • Diego Tardelli está há três temporadas no Shandong Luneng

    Corinthians recebe aceno positivo de 'concorrido' Tardelli por retorno ao Brasil

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians lotou Arena para finalíssima da Copa do Brasil

    Salvo padrão Fifa, Arena Corinthians tem seu maior ganho líquido de renda na final da Copa do Brasil

    ver detalhes
  • Cássio falou com o jornalistas na tarde desta sexta-feira no CT do clube

    Cássio critica agente de Pedrinho após postagem: 'As coisas se resolvem aqui, não falando fora'

    ver detalhes
  • Corinthians de Jadson e Henrique flerta com marca do rebaixamento de 2007

    'Pior Corinthians dos últimos cinco anos' já flerta com marca do rebaixamento de 2007

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes