Zé Elias critica cuidado do Corinthians com Pedrinho, vê falha em formação e cita Malcom

Zé Elias critica cuidado do Corinthians com Pedrinho, vê falha em formação e cita Malcom

Por Meu Timão

92 mil visualizações 443 comentários Comunicar erro

Zé Elias opinou sobre 'caso Pedrinho' e fez críticas à formação de jogadores no futebol brasileiro

Zé Elias opinou sobre 'caso Pedrinho' e fez críticas à formação de jogadores no futebol brasileiro

Foto: Reprodução/ESPN Brasil

Ex-jogador e ídolo do Corinthians, Zé Elias fez duras críticas ao zelo do clube com o meia-atacante Pedrinho, de 20 anos de idade. Para o hoje comentarista de futebol da ESPN Brasil, a comissão técnica do Timão peca ao não dar mais chances ao garoto sob o argumento de que o atleta não suporta jogar 90 minutos.

É inadmissível o Pedrinho ficar um ano fazendo ganho de peso, isso e aquilo, e não conseguir jogar 90 minutos com 18 anos (20, na verdade). Desculpa. Uma coisa é você não ter maturidade, outra coisa é questão física. Tem menino de 18 anos atropelando os caras de 20, 27, 28 anos! É inadmissível a questão física”, iniciou Zé Elias durante a edição matutina do programa Bate-Bola desta sexta-feira.

“Você fica um ano tralhando no profissional com fisiologista, com nutricionista, trabalho diferenciado de musculação, suplementação, e mesmo assim você não consegue jogar 90 minutos?”, questionou o ex-jogador.

Eleito craque da Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2017, Pedrinho foi promovido ao elenco profissional em fevereiro do ano passado. O garoto alagoano, devido às atuações de destaque tanto na base como no principal, rapidamente passou a ser tratado como promessa corinthiana. Do segundo semestre de 2017 para cá, porém, perdeu espaço com Carille por conta de uma cirurgia para a retirada das amígdalas.

O necessário procedimento cirúrgico trouxe consequências negativas para Pedrinho. O meia perdeu o peso que havia adquirido desde que fora promovido e chegou a ser diagnosticado com anemia (falta de ferro no sangue), como revelou o Meu Timão no último mês de fevereiro.

Zé Elias vê erro na condução do caso por parte do Corinthians. Na avaliação do comentarista, a formação de atletas é falha, também porque, de modo geral, os clubes “passam a mão na cabeça” dos jovens jogadores.

A questão é que se trabalha errado o jogador e o jogador que paga. Com 17, 18 anos, desculpa, você tem que jogar. Não pode falar ‘estou cansado’. A gente passa problemas no futebol brasileiro, por isso que a formação está uma porcaria, por isso que não temos jogadores como tínhamos antigamente. Porque passam a mão na cabeça dos meninos e os meninos chegam no profissional achando que tudo é verdade”, discorreu o ex-jogador. “São 60 jogos (de Pedrinho) de 2013 a 2017. Faz a média. Quantos jogos ele jogou por ano? Não dá”, lamentou, citando também dado levantado por reportagem da emissora.

“Se é pra gente passar a mão na cabeça dos jogadores e esquecer que os caras têm responsabilidade – e mais ainda os caras que colocam o jogador, eles têm mais responsabilidade – então vamos continuar nisso. Então vamos lembrar da Alemanha do 7 a 1, da Alemanha que reformulou toda a sua seleção e tem vários jogadores jovens. Por quê? Porque os caras jogam, vira e mexe estão lá pra jogar”.

Carille tem sido questionado sobre a situação física de Pedrinho com frequência nas últimas semanas – aliás, voltou a tocar no assunto em entrevista coletiva nesta sexta. De acordo com o técnico, a revelação só não recebeu sequência como titular porque não reúne condições para tal.

Zé Elias, por sua vez, discorda da avaliação acima. O comentarista inclusive menciona Malcom, formado nas categorias de base do Timão e que, ao contrário de Pedrinho, não demorou a engatar partidas em sequência. Atualmente, o atacante campeão brasileiro em 2015 defende o Bordeaux, da França, e desperta interesse de gigantes do futebol europeu, como o Arsenal, da Inglaterra.

Você lembra do Malcom? Entrou no Corinthians com 16 anos e jogou o tempo todo. Sabe por quê? Porque não tinha opção. ‘Ah, é questão física’. Com 18 anos eu posso até entender uma ou outra partida você estar cansado, pode ter dificuldade, mas não dá pra entender ‘você não é titular porque não aguenta os 90 minutos’. Pronto, põe na cabeça do menino, o que ele faz? ‘Não aguento jogar 90 minutos’. Com 20 minutos de jogo, olha pro banco: ‘estou cansado, o senhor falou que eu não posso jogar 90 minutos...’”, concluiu.

Veja mais em: Pedrinho, Fábio Carille, Ex-jogadores do Corinthians e Ídolos do Corinthians.

Veja Mais:

  • Léo Príncipe está de saída do Corinthians por empréstimo ao futebol francês

    Corinthians encaminha empréstimo de Léo Príncipe a clube da segunda divisão francesa

    ver detalhes
  • Operado, Gustavo levará cerca de 60 dias para voltar a jogar

    Centroavante Gustavo passa por cirurgia bem-sucedida em Fortaleza

    ver detalhes
  • Leandro da Silva estava há sete anos no Bragantino

    Corinthians acerta com preparador físico do Bragantino, filho de auxiliar que saiu com Carille

    ver detalhes
  • Osmar Loss terá parada da Copa do Mundo para trabalhar em melhorias com o Corinthians

    Corinthians volta ao treinos com dez situações a serem ajustadas, corrigidas ou melhoradas; veja

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes