Dribles, chapéus e até pênalti não marcado... Pedrinho é destaque do Corinthians contra o Ceará

32 mil visualizações 215 comentários

Pedrinho foi muito bem contra o Ceará na manhã deste domingo

Pedrinho foi muito bem contra o Ceará na manhã deste domingo

Reprodução / TV

Foi apenas o primeiro jogo de Pedrinho como titular do Corinthians na temporada. Mas, pelo desempenho diante do Ceará, na manhã deste domingo, o camisa 18 parecia que disputava seu 30º ou 40º jogo no ano tamanha sua desenvoltura com a bola nos pés.

Leia também: Corinthians tem pênaltis não marcados, empata com Ceará e chega a quatro jogos sem vencer

Drible? Teve. E muitos. Bons passes? Sim. Chapéu? Também. Até lance de pênalti não marcado pelo árbitro Sávio Pereira Sampaio rolou... Não há dúvida de que, enquanto as pernas deixaram, Pedrinho foi o melhor jogador do Timão diante dos cearenses.

A torcida, como já é tradição, delirava quando a bola caía nos pés do camisa 18. Se isso acontece normalmente, imagine num jogo em que o público é diferente, com mais crianças e adolescentes, situação tradicional nas partidas às 11h na Arena.

O meia-atacante do Corinthians foi substituído aos 34 minutos do segundo tempo. Carille, com razão, viu que os piques já não eram mais os mesmos. O adversário já não tinha tanta dificuldade para marcá-lo. Suas corridas já era com a cabeça baixa, aquele gesto tradicional de esforço. Sem naturalidade.

Pedrinho ficou em campo por 79 minutos. Tempo suficiente para mostrar que não apenas pode, como deve ser mais utilizado por Carille. Em alguns jogos, inclusive, até como titular.

O recado foi dado!

Veja mais em: Pedrinho e Campeonato Brasileiro.

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: